rp_https_2014-05-23.jpg

5 dicas de seguraça na internet para a terceira idade

Muitas pessoas da terceira idade tem medo de navegar na internet porque não sabem como se proteger, veja 5 dicas bem simples para ter mais segurança.

Mesmo que você ainda seja jovem, deve ter um avô ou avó que tenta se inserir no mundo digital. Os idosos estão mais suscetíveis a golpes por compreender pior as ameaças que rondam a internet. Mais que ajudar aquele ente familiar a fazer parte da comunidade virtual, indique estas cinco dicas básicas que podem ajuda-lo a se prevenir de golpes e roubos de identidade na web.

Cuidado e atenção com o e-mail

Nunca clique em links no corpo da mensagem ou abra anexos de e-mails de remetentes que não conheçam, além dos que divulgam ofertas mirabolantes, que indicam mais probabilidade de golpes que nível de sorte.

Saiba reconhecer o phishing

Sempre ignore e-mails de bancos e instituições financeiras pedindo para acessar links ou abrir anexos para trocar senhas ou confirmar dados. Esta é a forma mais comum utilizada por hackers para instalar malwares em computadores das vítimas. Entre em contato com o banco ou empresa sempre que isso acontecer.

Mantenha sigilo sobre sua senha

Não anote senhas em locais de fácil acesso e nem informe-as a terceiros. Trocar a senha a cada mês ou dois meses também é o ideal.

Verifique a segurança do site

Busque na barra de endereços pelo prefixo “httpS”, que indica que o site usa criptografia para codificar as suas informações. Estes sites são mais seguros.

Proteja o obituário

Em caso de morte, não informe muitos dados no obituário, como data de nascimento, nome da mãe e do pai, ocupação e data de nascimento. Criminosos podem utilizar estas informações para criar novas contas em nome do falecido.