rp_virus-no-smartphone-android_2014-06-11.jpg

Ameaças para dispositivos móveis aumentaram 30% em 2013

Fique de olho. O número de ameaças para celulares Android e Windows Phone aumentaram em 30% no ano de 2013. Proteja seu aparelho!

Antivirus para celular protege senhas

Uma avaliação dos primeiros seis meses de 2013 demonstrou que o total de ameaças voltadas para os dispositivos móveis chegou a crescer 30%. O estudo conseguiu registrar mais de 250 mil malwares exclusivos para o sistema operacional Android, mas ainda há um número expressivo de ameaças desenvolvidas contra o Android.

Os dados são preocupantes porque os dispositivos móveis estão se tornando um dos principais meios pelo qual os usuários de internet estão acessando a World Wide Web. Empresas também se beneficiam dos dispositivos móveis para garantir maior produtividade e eficiência de seus funcionários. Porém o aumento de ameaças voltadas para smartophones, tablets e outros aparelhos similares coloca em risco a segurança digital dos usuários e também das empresas.

Especialistas ainda afirmam que, por enquanto, a maioria das ameaças se enquadra na categoria “annoywares”, ou seja, programas de shareware que disparam avisos para o usuário registrar a sua cópia. A tendência é que, nos próximos meses, a quantidade de vírus e ameaças e ataques em dispositivos móveis cresça ainda mais, já que os hackers estão observando o aumento do número de usuários destes meios e devem querer aplicar golpes, inclusive financeiros.

Exemplo

Uma das ameaças que estão se proliferando em dispositivos móveis é o Fake Defender, um malware exclusivo para Android e que sequestra o aparelho do usuário. Assim que é instalado, o Fake Defender bloqueia o acesso ao dispositivo e exige o pagamento de um determinado valor como resgate. No entanto, mesmo depois do pagamento, não há garantias de que o aparelho voltará a funcionar normalmente e que conterá os mesmos dados. Geralmente, o aparelho continua bloqueado.