Android lidera vendas de celulares em dezembro de 2015

No Brasil, aparelhos com o sistema operacional do Google foram responsáveis por 91,8% das vendas de smartphones no último mês do ano

A Kantar Worldpanel, empresa inglesa especializada em pesquisa de mercado, lançou recentemente a última versão do estudo global que mostra a divisão das vendas de smartphones em algumas das maiores economias globais.

Os dados do Brasil mostram que, no mês de dezembro de 2015, telefones com Android foram responsáveis por 91,8% das vendas de smartphones no país. Em segundo lugar, os mais vendidos foram os aparelhos com o sistema Windows, com 5,1% do share.

Chama a atenção a posição da Apple, que, em terceiro lugar, abocanhou apenas 2,8% das vendas no mês — seu pior desempenho ao longo de todo o ano de 2015 no país. É verdade que os percentuais da marca norte-americana nunca foram lá muito altos, oscilando, de janeiro a novembro, entre 3,3% e 4,1% das vendas totais, mas uma análise preliminar pode sugerir que a queda em dezembro tenha sido reflexo direto da alta dos preços dos aparelhos, cada vez mais restritos a consumidores com alto poder aquisitivo.

Base instalada da Apple ainda é a segunda maior

Os dados do relatório da Kantar não podem ser interpretados de maneira isolada. Segundo o StatCounter, que acompanha a utilização de aparelhos que acessam a internet (portanto um recorte limitado, que certamente deixa de fora alguma porcentagem de celulares que não navegam na web), em dezembro de 2015 a Apple era a marca de 12,04% dos aparelhos brasileiros, atrás apenas daqueles equipados com Android (78,66%), e à frente dos usuários do Windows Phone, com 5,65% do mercado.

A estratégia da Apple de não permitir que seus produtos cheguem a tantos usuários, porém, não significa que a empresa não lucre (e muito) com as vendas, afinal, com valores tão elevados, o faturamento por aparelho vendido é mais alto que a média.

A versatilidade do Android

Diante desse cenário, quem comemora são as fabricantes com aparelhos Android. Com uma variada gama de soluções, das mais baratas e básicas às mais caras e sofisticadas, o sistema do Google se consolida, também no cenário nacional, como a opção mais versátil do mercado.