Android é o sistema mais atacado por vírus

Dos milhões de malwares criados para celular, 99% são desenvolvidos tendo como foco o Android. Apesar do número alto, tem como se proteger. Veja como!

Existem hoje mais de 13 milhões de arquivos maliciosos desenvolvidos para infectar e atacar, de alguma forma, aparelhos Android. E de acordo com a Kaspersky, eles representam 99% do total de malwares feitos para smartphone. Isso só reafirmar o nosso discurso sobre a necessidade de manter o seu Android seguro. Entenda!

Por dia, são criados cerca de 325 mil arquivos maliciosos e é claro que os alvos principais são os sistemas operacionais mais utilizados – Windows e Android. Para se ter uma ideia, o Windows conta com uma base de 237 milhões de malware criados para ele. Claro que o sistema existe há anos e todos já entenderam a importância de mantê-lo com um antivírus bom e atualizado.

Mas o mesmo não acontece com o Android. Muitas pessoas ainda acham seguro manter suas vidas nos aparelhos sem nenhum tipo de programa que detecte vírus. E isso pode pôr em risco suas informações pessoais e profissionais, causando muitos problemas. A cada atualização o Android, e os demais sistemas, criam novas barreiras e níveis de proteção, mas os hackers se dedicam em encontrar brechas e usá-las.

Só nos últimos dois meses foram anunciados 3 vulnerabilidades no Android e outras tantas nos demais sistemas operacionais. O Google já liberou a atualização que resolve o bug e os apps também estão sendo atualizados para fechar essa brecha. O que torna importante manter sistema e aplicativos sempre com a última versão disponível. Um antivírus atualizado também é necessário, pois se algum vírus for pego utilizando essa falha e tentar atacar seu Android, será impedido.