apple-ios-9-iphone-ipad

Apple anuncia o iOS 9

Novo sistema operacional do iPhone e iPad deve chega na segunda metade do ano para os usuários. Em comparação com o 8, o iOS 9 focará na personalização.

A Apple revelou nesta semana a nova versão do seu sistema operacional para dispositivos móveis, o iOS 9. Com previsão de lançamento para a segunda metade do ano, o novo sistema da empresa fundada por Steve Jobs será compatível com dispositivos lançados a partir de 2011 – iPhone 4S e iPad 2, por exemplo. Entre as principais novidades, funções exclusivas para os iPads, maior autonomia da assistente pessoal Siri e aperfeiçoamento de aplicativos nativos são os destaques.

O anúncio foi feito na WWDC 2015, a conferência oficial da Apple que acontece anualmente para os desenvolvedores da empresa. Sem muitas mudanças na parte estética do sistema, a principal novidade fica por conta do Proactive, uma espécie do Google Now presente no Android. Ele é capaz de aprender informações importantes sobre sua rotina para oferecer sugestões do que você precisa a cada hora do dia.

Além disso, a interface da Siri (assistente pessoal) foi otimizada para também oferecer uma maior personalização na usabilidade. Você pode pedir a ela para adicionar na agenda os compromissos recebidos por e-mail ou sugerir aplicativos de acordo com os que você já possui no dispositivo.

Veja mais: Por que escolher um Android e não um iPhone?

Alguns apps nativos do sistema também foram melhorados no iOS 9. O Apple Pay (serviço de pagamento móvel), por exemplo, possui um suporte a tipos diferentes de cartão de crédito e de fidelidade. Além disso, o Passbook mudou de nome e se tornou o Wallet, integrando todos os seus cartões e contas em um lugar só. Outra novidade é o lançamento de um aplicativo chamado News, que se assemelha muito ao Flipboard e programas do estilo, servindo para exibir notícias e artigos baseados nos seus interesses.

Mas o iOS mudou de forma mais significativa mesmo quando o assunto é tablets. A partir de agora, com a versão 9, iPads ganharão mais capacidade para realizar múltiplas tarefas, podendo até mesmo dividir a tela com dois aplicativos ativos simultaneamente – função já comum em alguns aparelhos Android e Windows Phone. O hardware também não ficou para trás na lista de melhorias da Apple: com o iOS 9, os dispositivos ganham mais desempenho para a bateria e precisam de apenas 1.8 GB livre no sistema para funcionar bem – uso muito menor do que os 4.6 GB necessários para o iOS 8.