rp_Batman-web-internet_2014-03-12.jpg

Batman da web trabalha para revelar identidade de cibercriminosos

Brian Krebs é apontado como um dos principais nomes no combate a crimes na Internet. Em 2001, vítima de um worn que bloqueou acesso a seu computador doméstico, […]

Brian Krebs é apontado como um dos principais nomes no combate a crimes na Internet. Em 2001, vítima de um worn que bloqueou acesso a seu computador doméstico, iniciou, por conta própria, pesquisa sobre o assunto e especializou-se no mundo subterrâneo por trás dos malwares, principalmente oriundos do Leste Europeu e Rússia.

Já foi colaborador do Washington Post e hoje, aos 41 anos, o americano radicado na Virgínia, expõe no seu Blog nomes de cibercriminosos e potenciais ameaças. Referência no assunto, passou a ser consultado por especialistas em segurança da informação que buscam entender como agem os criminosos do Leste e prepara livro a ser lançado sob o título de “Spam Nation”.

Muitos criminosos enviam dados de rivais ao blogueiro, que divulga estas informações na rede. Foi ele quem expôs brechas da Target (objeto de outro post aqui do blog) e revela que ao menos dez grandes varejistas dos EUA foram invadidos, com a violação de dados de ao menos 1/3 da população americana. Ele também afirma que os números não são confirmados já que muitas empresas abafam situações de violação, temendo que as consequências sejam mais desastrosas que a própria ação dos hackers.

Krebs é vítima constante de armações destes criminosos que já disputam entre si quem será capaz de armar a situação mais embaraçosa ao blogueiro justiceiro. À sua residência, já foram enviados pacotes com fezes e até heroína, esta última acompanhada de denúncia falsa à SWAT contra o Batman da web.