rp_escritorio_2014-07-22.jpg

Boa chance: cresce número de vagas em tecnologia da informação

Número de vagas em 2014 sobe na área de TI. Acompanhe em nosso blog

A Associação Brasileira de Empresas de Software divulgou em maio um estudo para avaliar o desempenho do mercado nacional de TI em 2013, com enfoque nas áreas de software e serviço. Realizada em parceria com a Consultoria IDC, a pesquisa mostrou que no ano passado o Brasil teve investimento 15,4% maior em Tecnologia da Informação do que o realizado em 2012.

Acima do percentual de 14,5% esperado, o crescimento brasileiro foi o sétimo maior no mundo, deixando o país atrás apenas de alguns vizinhos latinos, e de Filipinas, Índia e Arábia Saudita. A média de aumento mundial, por sua vez, foi de 4,8%, praticamente um terço do índice obtido por aqui.

A pesquisa ainda mostra que, pelo valor dos investimentos internos brasileiros, o país é responsável por 47,4% do mercado de TI da América Latina, mesmo tendo um crescimento inferior ao de Argentina, Peru, Venezuela e Chile no ano passado. O montante ainda faz com que o Brasil represente 3% do mercado mundial.

 

Região Sudeste contrata mais. Depois, a Sul, especialmente Paraná

O cenário é altamente positivo para o profissional da área, uma vez que as empresas estão injetando capital e investindo fortemente no setor. O Brasil figura como um dos mais atraentes para investidores externos. Ainda segundo dados da IDC, as áreas que mais devem contratar são as ligadas a programas (softwares) e a aparelhos e equipamentos (hardwares), além de prestação de serviços.

Só no estado de São Paulo, a projeção para abertura de vagas na área de TI este ano é de 50 mil, enquanto o número de profissionais formados é de apenas 15 mil. Em contrapartida, na Bahia há cerca de 1.300 graduados para 800 vagas.

Em Belo Horizonte, um polo de TI está se formando no bairro São Pedro, região sul da cidade, e já reúne 143 startups, jovens empresas que trazem ideias inovadoras para o mercado. O bairro está sendo chamado de San Pedro Valley, uma referência ao Vale do Silício na Califórnia, nos Estados Unidos, onde estão localizadas algumas das maiores empresas de tecnologia da informação do mundo.

Os três cargos mais procurados na área de TI, segundo a Associação Brasileira de Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom) e o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados, são os de analista de desenvolvimento de sistemas, analista de suporte computacional e programador de sistemas da informação. A demanda é tão grande que existe um déficit de profissionais no mercado. Só neste ano, 45 mil vagas devem deixar de ser preenchidas no país.

Apesar de a maior parte das contratações do ano passado ter sido no Sudeste, a Região Sul se destaca como um grande polo em desenvolvimento. Os três estados empregaram em 2013 mais de 34 mil pessoas na área. O Paraná é o estado que lidera em contratação e também em número de empresas.

É o caso de uma empresa de serviços de tecnologia francesa que inaugurou um centro de operações em Londrina, no Paraná, com a intenção de absorver novos talentos na região. Em 2010, a projeção de vagas era de 2 mil, enquanto havia apenas 1.900 formados na área. Para este ano, a Brasscom já prevê 2 mil graduados para 5 mil posições.

Hoje, a empresa tem 46 vagas abertas nas áreas de Telecomunicações, Segurança, SAP, Servidores, Banco de Dados, Telefonia, Redes, Suporte e Monitoring.

Ainda de acordo com o estudo da Brasscom, 78 mil vagas devem ser abertas no país este ano, mas boa parte não deverá ser preenchida. A projeção é de que faltem 45 mil profissionais em 2014.

 

Salários atraentes para os profissionais de TI

A empresa de classificados Catho divulgou no início deste ano uma tabela com o salário de mais de 180 cargos da área de TI no Brasil.

Segundo a empresa, 233 mil profissionais de 2.154 cidades de todo o país foram consultados para a pesquisa. A Catho alerta que o salário pode variar de acordo com a região. As informações foram coletadas entre janeiro de 2013 e janeiro de 2014.

Confira a tabela da Catho com os cargos e a média salarial em TI (R$):