Celulares Android brasileiros estão na mira de malware chinês

PSafe barrou 110 mil ataques só no Brasil; saiba como evitar o HummingBad

Talvez você nem desconfie, mas a segurança do seu Android está na mira de uma equipe de hackers que, do outro lado do mundo, trabalha para roubar e se aproveitar dos dados de usuários comuns como você. A nova praga, o HummingBad, é um malware chinês que já infectou mais de 10 milhões de aparelhos celulares inclusive no Brasil.

Leia mais: Malware rouba dados do Android disfarçado de Uber e WhatsApp

Quem está por trás do golpe é uma agência chinesa especializada na criação de plataformas de propaganda e rastreamento. Quando infecta um celular, ela força a instalação de apps que roubam seus dados e induzem seu Android a clicar em propagandas que no fim das contas vão gerar lucro para eles.

Só no Brasil, PSafe já barrou mais de 110 mil ataques

Dados da equipe de Segurança da PSafe mostram que, desde o começo do ano, 110.777 casos já foram barrados pelo PSafe Total só no Brasil. O país ocupa o sexto lugar no ranking de infecções por HummingBad e a tendência é que se torne alvo de ainda mais ataques, já que concentra um grande volume de Androids.

O maior número de infecções acontece nas versões JellyBean (4.1, 4.2 e 4.3) e KitKat (4.4) do sistema do Google, mas nenhuma versão está livre da ameaça, inclusive a Marshmallow (6.0), mais recente.

Evitar infecção é a melhor alternativa

A prevenção ainda é a melhor maneira de evitar uma dor de cabeça com o HummingBad. Para isso, é importante que você evite fazer downloads de origens desconhecidas. Desconfie de mensagens externas, como SMS, que convidam para baixar aplicativos e, além de baixar apps apenas de fontes seguras, em lojas como Google Play e Total Apps, fique atento aos alertas do seu antivírus.

Se já usa o PSafe Total, você está seguro. Fique atento quando o app lançar um aviso de ataque e aceite que o antivírus faça a remoção da ameaça.