critério de aceitção

Critérios de aceitação e sua relação com os pontos explícitos e implícitos

Assim como os desenvolvedores, você também cria critérios de aceitação para as suas tarefas diárias e nem sabia. Veja o início da criação de um produto.

Os critérios de aceitação são utilizados para o desenvolvimento de produtos e serviços, mas podem ser comparados à uma lista de tarefas para uma festa. Algumas coisas precisam ser explícitas e com informações muito claras, como o tamanho máximo e mínimo das caixas amplificadoras da equipe de som. E outras são até óbvias, mas não custa nada deixar uma listinha de ok final, como comprar o gelo para as bebidas, por exemplo.

Você sabe o que precisa para montar a festa, o que o cliente deseja e como você pode realizar ou não o desejo dele. Se você tiver uma lista de tarefas e surgir algum problema no momento de teste e finalização será muito mais fácil resolver. Afinal, você tem em mãos tudo o que você planejou e deseja, sendo necessário somente adequar, sem precisar criar algo na hora.

O que é

Os critérios de aceitação/rejeição garantem a qualidade do serviço/ produto, uma vez que estipulam valores máximos ou mínimos aceitáveis de acordo com os fins e usos. Tais critérios também auxiliam na hora de montar um processo para resolver os problemas identificados durante a aceitação. O ideal é que sejam definidos durante a Fase de Iniciação, para que a equipe de projeto e o cliente possam alinhar as necessidades ao processo.

O que deve conter

Todos os critérios devem ser documentados para futuras revisões e/ou ampliações. Visando conter todos os itens importantes e explícitos, ou seja, as necessidades que não são óbvias, o documento deve expor:

  • Liberar todos os artefatos identificados como produtos liberados para o cliente
  • Listar dos participantes necessários ao teste de aceitação
  • Locais de teste necessários
  • Concluir com êxito das avaliações de artefato identificadas no Plano de Aceitação do Produto
  • Concluir com êxito do treinamento do cliente
  • Concluir com êxito da instalação no local
  • Medidas que identificarão até que ponto as especificações originais do projeto foram atendidas
  • Medidas que identificarão até que ponto os objetivos do caso de negócio foram atingidos

Os critérios de aceitação devem ser explícitos

Se eles não forem explícitos será difícil determinar quão completo está o que foi desenvolvido. Afinal, quanto mais claros os critérios, maiores são as chances do produto/serviço apresentar todas as funcionalidades exigidas e menor será o retrabalho. Isso acontece porque toda vez que for encontrado um bug que vai de encontro a um critério de aceitação é necessário mudar o contexto para consertá-lo.

Para garantir que os todos critérios explícitos estão cobertos pelo projeto vale alinhar desejos e possibilidades com o cliente, como dito acima, e rodar testes automatizados sobre todo o sistema assim que for finalizado. Algumas coisas parecem requisitos óbvios, estão implícitas, mas são esquecidas com frequência, tornando importante ter uma lista de critérios de aceitação comuns anexada ao documento de critérios.

*A lista foi produzida pelo site Wthreex.