cuba_wifi

Cuba terá 35 zonas Wifi com preço reduzido a partir de Julho

O preço da hora de navegação Wifi cairá para U$2, metade da taxa atual em Cuba

Ter acesso a internet é uma missão bem difícil em Cuba. Apenas funcionários do governo e pessoas com boa condição financeira conseguem acessar a grande rede. Mas, os cubanos ganharam uma boa notícia na última semana: o governo abrirá, em Julho, 35 áreas públicas de acesso Wifi com preço reduzido (U$2).

Veja também: Como usar Wifi público de forma segura

A empresa estatal de telecomunicações Etecsa será a responsável por disponibilizar estes hotsposts.  Segundo o diretor de telecomunicações de Cuba, Luiz Diaz, a nova tarifa começará a ser aplicada no dia 1° de Julho, mas ele considera que o valor de acesso ainda é alto para a realidade econômica da ilha.

De acordo com o jornal ‘The New York Times’, o número de jovens que possuem smartphones em Cuba vem crescendo, podendo deixar os hotsposts congestionados e com uma velocidade limitada, além do alto preço para os padrões econômicos dos moradores do país.

A abertura das zonas de Wifi em Cuba faz parte de uma estratégia nacional para disponibilizar internet para todos os moradores até 2020, divulgada na ‘Agenda Conectar 2020’ e aprovada em 2014 pela União Internacional de Telecomunicações (UIT).