Descoberto vírus capaz de danificar circuitos de smartphones

Infecção pode prejudicar aparelhos de forma irreversível e levanta suspeitas sobre possibilidades de uso nos processos de obsolescência programada.

Pesquisadores da New York University, nos Estados Unidos, publicaram um artigo científico em que anunciam ter descoberto uma técnica de infecção inovadora, capaz de danificar fisicamente os circuitos de aparelhos eletrônicos como smartphones.

Apelidado de “progeria digital” em referência à doença genética que provoca o envelhecimento prematuro de seres humanos, a descoberta já levanta suspeitas sobre as possibilidades de uso nos processos de obsolescência programada, em que as indústrias desenvolvem produtos menos resistentes de maneira propositada para que possam ser rapidamente substituídos.

Processo de infecção força e deteriora os circuitos do telefone

Segundo os pesquisadores, a técnica consiste em forçar o uso dos circuitos do telefone até que eles se deteriorem o suficiente para prejudicar o desempenho do dispositivo ou até mesmo danificá-lo de maneira irreversível.

Apesar de o estudo dos cientistas da NYU servir de alerta, ainda não se tem notícia de casos em que um vírus como o da “progeria digital” tenha infectado algum aparelho.

Muitos acreditam que seja apenas uma questão de tempo até que a descoberta ultrapasse os limites dos laboratórios de teste e passe a representar riscos aos usuários. Até lá, algumas medidas simples, como o uso de um antivírus e cautela na hora de navegar e baixar arquivos da internet, podem ajudar a manter o seu dispositivo seguro.

Leia também: Os 10 Mandamentos da Segurança Digital Móvel