rp_friends2_2014-10-03.jpg

Descubra qual candidato seus amigos estão curtindo

Na reta final para decidir seu voto, listamos os endereços dos candidatos na internet para você revisitar suas propostas e escolher em quem votar

A tecnologia nas eleições também serve para dedurar o que seus amigos estão pensando nas redes sociais. Por meio da ferramenta Pollztat, você confere estatísticas particulares de quantos dos seus amigos curtiram um determinado candidato à presidência, ou sobre qualquer outro assunto presente no Facebook.

Ao comparar os candidatos, notamos também os que têm a fanpage mais curtida. 

Chegou ao Brasil, também, o software NetBase, responsável pelo monitoramento em mídia social na recente campanha eleitoral de Angela Merkel e Barack Obama. A plataforma está sendo lançada via parceria com a brasileira Polis Consulting, empresa especializada em tecnologias e serviços em social media.

Baseado em tecnologias que captam ‘sentimento’ e ‘paixão’ expressos em textos, o NetBase é um sistema em nuvem que realiza análises de mídia social em tempo real, processando diariamente bilhões de posts que dão a marcas e agências uma forma de monitorar o aqui e agora do mundo digital.

No site da empresa, inclusive, é possível acompanhar em tempo real o que os internautas estão falando e compartilhando sobre as eleições no Twitter, por meio da ferramenta Pulse.

Eleições nas redes sociais colocam Dilma e Marina no segundo turno

O primeiro turno das Eleições 2014 chega à reta final, e grandes institutos do Brasil divulgam regularmente pesquisas de intenção de voto. Mas, e se o pleito deste ano para Presidente da República acontecesse somente nas redes sociais? A julgar por comentários, curtidas, compartilhamentos, citações, ou qualquer outra forma de interação no Facebook e no Twitter, o cenário seria um pouco diferente do que tem sido apresentado pelos levantamentos do Datafolha e do Ibope. A principal diferença está em relação aos candidatos que pouco aparecem nos tradicionais levantamentos. Confira o desempenho dos candidatos na internet neste post eleitoral da PSafe Tecnologia.

Um estudo da Airstrip, empresa de pesquisa de mercado e social analytics, mostrou que Dilma Rousseff (PT) é mencionada positivamente por 34% dos posts analisados, enquanto Marina Silva (PSB) tem 32% das citações. Aécio Neves (PSDB) vem a seguir, com 21% dos usuários das redes sociais ao seu lado.

A pesquisa analisou 26.236 postagens durante 23 dias (27 de agosto a 18 de setembro). Foram colhidas as opiniões expostas em 26.236 posts.

Marina Silva, que teve rápida ascensão, registra uma queda forte a partir do dia 7 de setembro, assim como foi sentido nos levantamentos dos dois institutos já citados. Desde então, a curva da ex-senadora segue em patamar mais baixo. A queda aconteceu após os ataques feitos por adversários, que eram amplamente compartilhados nas redes sociais.

Já Aécio Neves registrou crescimento nas duas redes sociais, principalmente depois da declaração de apoio do ex-jogador Ronaldo, no dia 14 de setembro.

‘Nanicos’ crescem

Quem também apresentou crescimento foram os chamados “nanicos”, aqueles que aparecerem com pequena margem de intenção de votos nas pesquisas. É o caso de Eduardo Jorge, que virou um fenômeno de popularidade na internet com suas respostas e reações inesperadas nos debates da TV.

Para se ter uma ideia mais exata, apesar de Dilma ter 2,8 milhões de seguidores e Eduardo Jorge (PV), 60 mil, ambos possuem praticamente o mesmo número de postagens, o que mostra mais interação do candidato do PV. Na pesquisa da Airstrip, ele surge com 4% das intenções.

O destaque entre os “nanicos”, contudo, é Luciana Genro, do PSOL. Com 5% das intenções de voto de usuários de Facebook e Twitter, ela teve uma grande curva positiva. Um dia após o debate promovido pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), as interações positivas sobre Luciana passaram de menos de 50 para aproximadamente 200.

O mesmo debate provocou queda de Aécio, que registrava naquele dia 500 menções positivas, e caiu, no dia seguinte, para pouco mais de 100 citações.

Em São Paulo ganharia Levy Fidelix

O estudo da Airstrip também inclui dados das redes sociais divididas por alguns estados. E fornece informações curiosas. Em São Paulo, por exemplo, quem lidera é Levy Fidelix (PRTB), com 34% das intenções de voto. Luciana Genro e Aécio Neves vêm a seguir, com 32%.

No Rio de Janeiro Eduardo Jorge sairia vencedor

Já no Rio de Janeiro, o preferido no Facebook e no Twitter é Eduardo Jorge, com 24% das intenções. E com uma certa folga. Os mais próximos dele são Marina Silva (19%) e Dilma Rousseff (19%).

A atual presidente, por sinal, só aparece na liderança na Paraíba e em Minas Gerais, e mesmo assim empatada com outros candidatos.

Eduardo Jorge também aparece com destaque no Rio Grande do Sul. Lá ele possui 13% das intenções de voto, contra 11% do Pastor Everaldo (PSC).