BLOG_PT_1107_App-Fogo-Cruzado-é-lançado-no-Rio

Entrevistamos uma das criadoras do app Fogo Cruzado

Em época de olimpíadas, app para Android denuncia violência no Rio de Janeiro

Batemos um papo com a jornalista Cecília Olliveira, uma das idealizadoras do aplicativo Fogo Cruzado. Através de alertas colaborativos enviados via celular, moradores do Rio podem denunciar tiroteios e violência usando Android.

Leia mais:  Roubo de celular cresce 61% no Rio

Como surgiu a ideia de criar um app que mapeie a violência da cidade?
Sou jornalista, especialista em Segurança Pública. No ano passado busquei informações sobre feridos por bala perdida e incidência de tiroteios na cidade e não encontrei, mas me deparei com uma informação do Voz da Comunidade que dizia muito: Estamos há 100 dias sem paz.

Isso me deu a ideia de começar a contar os tiroteios – acompanhando via imprensa, boletins da PM que estão disponíveis no site e coletivos espalhados pela cidade. Percebi que a realidade era bem maior do que imaginava e procurei a Anistia Internacional para propor o projeto.

O app já tem muitas ocorrências registradas. Ele pode ser um auxílio para turistas durante as Olimpíadas?
A região metropolitana do Rio de Janeiro tem altos índices de violência armada. De acordo com o Mapa da Violência, foram cerca de 3.500 assassinatos por armas de fogo em 2012. Desses, 2.000 foram jovens entre 15 e 29 anos.

Isto, de um total de 56 mil assassinatos no país, dos quais 30.000 são jovens e 77% são negros. Algumas localidades, como a Zona Norte e a Baixada Fluminense, apresentam forte incidência de homicídios, a maioria por arma de fogo.

É importante que as pessoas – turistas ou não – saibam que a violência acontece no Rio de forma seletiva. Quem sofre são os moradores de favelas e periferias, geralmente homens jovens e negros que se tornam vítimas fatais da guerra às drogas.

Android é o sistema mais popular  no Brasil. Você acha que isso contribui para que as denúncias sejam mais eficazes?
Foram cerca de 15 mil downloads em 6 dias, 2/3 em plataforma Android. Escolhemos as duas plataformas como prioritárias porque são as mais usadas como um todo.

Qual é a sua percepção sobre a importância de ter acesso às informações como estas pelo celular?
A violência armada gera fortes impactos na rotina dos cidadãos. Suspensão de aulas, fechamento de postos de saúde e bloqueio de vias públicas, geralmente pouco retratados nos debates sobre o problema.

Uma ferramenta como o app “Fogo Cruzado” é mais uma maneira de pressionar as autoridades a adotarem políticas de segurança pública que respeitem os direitos humanos. Com base nos dados gerados pelo aplicativo, vamos solicitar informações complementares às autoridades para melhor compreender os impactos dos tiroteios em aspectos como o fechamento de escolas e consequente suspensão de aulas, número de vítimas fatais (civis e agentes de segurança pública), feridos, fechamento de vias de trânsito, entre outros.

As análises e respostas serão divulgadas periodicamente no site do aplicativo, dando uma ideia do preço da violência cotidiana em nossa cidade.

O aplicativo Fogo Cruzado está disponível gratuitamente no Google Play Store.