rp_virus-chrome_2014-09-23.jpg

Extensões para Chrome podem conter vírus; saiba se prevenir

Veja como se proteger de plugins maliciosos na Google Chrome Store

Por questões de segurança, recentemente o Google alertou em seu blog sobre os perigos de instalar extensões no Chrome vindo de fontes desconhecidas. A medida tomada pela empresa foi bloquear todas as extensões que não eram da Chrome Web Store. No entanto, parece que esta solução não está surtindo o efeito esperado.

Pesquisadores descobriram que um post no Facebook tem levado à instalação de extensões com arquivos maliciosos. Uma das mensagens detectadas anunciava uma menina bêbada, com um link para o vídeo supostamente hospedado no YouTube.

Ao clicar no link, o usuário é levado a uma página fake do YouTube e, automaticamente, é pedida uma autorização para instalar uma extensão para permitir a reprodução do vídeo. Concluído o processo, o usuário é redirecionado ao vídeo, agora na página verdadeira do YouTube.

A extensão está hospedada na Chrome Web Store, mas não possui descrição ou qualquer tipo de comentário. Quando instalada, pode fazer posts e comentários no Facebook, além de enviar links suspeitos para amigos no chat, o que explica a velocidade de propagação do vírus e a quantidade de downloads.

Infelizmente, este tipo de ameaça é mais comum do que possa se imaginar. Da mesma forma que apps com malware estão na Google Play, extensões com arquivos maliciosos também podem ser encontradas na Chrome Web Store. Por isso, é sempre bom reforçar alguns cuidados para não se tornar uma vítima:

– Não clique em links ou banners desconhecidos;

– Verifique as extensões antes de fazer o download. Fique atento a data de inclusão, a descrição e a avaliação de outras pessoas;

– Baixe o PSafe Total e mantenha seu computador seguro contra malwares;

– Utilize o PSafe Internet e fique livre de publicidades abusivas e sites de phishing.