Facebook e Twitter encaram uma briga pelos trend topics

Não é de hoje que estas gigantes das redes sociais, Facebook e Twitter, brigam para alavancar seguidores e fãs, cada um à sua maneira.

Facebook e Twitter disputam trend topic

Não é de hoje que estas gigantes das redes sociais brigam para alavancar seguidores e fãs, depois de definitivamente enterrarem o ‘Orkut’, que chegou a ser, no Brasil, a maior em número de usuários. É chegada a hora de mais um round entre Facebook e Twitter.

Cada um à sua maneira. Claro, que lançam mão de estratégias ousadas para atrair seus usuários. Mas o Facebook, mais uma vez, tenta do viral, uma das armas para o combate e conquista de mais pessoas conectadas. Foi assim quando a turma de Zuckerberg resolveu colocar anúncios em seu feed, e também quando resolveu incorporar as famosas hashtags em sua rede. Ambas mudanças funcionaram e funcionam ainda muito bem no Facebook.

De olho nos trend topics

Era preciso fazer mais.  E o novo alvo são as mensagens que se tornam trend topics. Melhor explicando: o Twitter hoje é o canal onde as maiores – e as mais atuais discussões – acontecem devido ao enorme fluxo de informação que circula por lá. O recurso é utilizado até por parte da imprensa para medir a relevância de determinados assuntos, e ainda programas para garantir a interatividade com seu público.

De olho nisso, o Facebook tem buscado parcerias para garantir que é o melhor canal por onde os acontecimentos mundiais devem ser discutidos. Entre as ações praticadas, aparecem a associação com a rede de TV norte americana NBC que em seu programa “NBC The Today Show” exibirá um telão com o “trend topics” do Facebook com pessoas discutindo sobre os temas.

Já o Discovery Channel usará, em uma corrida de carros, um API para que o público vote e escolha o seu corredor preferido, postando com a hashtag correspondente.

Apesar de todos estes componentes, o Twitter ainda leva vantagem por ter conteúdo compartilhado em tempo real. O que acontece hoje é que o Facebook te dá o melhor do dia e nem sempre o que acabou de acontecer é destaque.

Para os especialistas a investida tende a render bons frutos, mas ainda é longa e árdua a batalha que o Facebook terá que travar para conseguir superar o Twitter.