conhecimento hacker

Falta de conhecimento deixa usuários mais expostos a ataques hackers

A melhor forma de se proteger de ataques no mundo digital é o conhecimento. Saber os riscos que corre e como evitá-los cria barreiras

Ninguém está totalmente seguro na internet ou livre de ataques de cibercriminosos. E esses riscos aumentam quando o usuário não tem o conhecimento suficiente para saber os riscos que corre. Quanto mais informada sobre o assunto, mais preparada a pessoa estará para se ver livre de hackers.

Por exemplo, alguém que achar que é tão difícil um criminoso entrar no seu computador ou dispositivo móvel, quanto invadir seu protegido apartamento dentro de um condomínio, estará em sérios apuros. O raciocínio deve ser o contrário: é muito mais fácil uma pessoa mal-intencionada invadir sua casa por meio da internet do que de forma física. É aí que ele rouba importantes dados e pode até danificar o aparelho da vítima.

O mesmo acontece com empresas, que são os principais alvos de criminosos, já que os sites oficiais acumulam muitos dados de clientes e informações importantes, ao contrário de um único dispositivo pessoal.

O maior desafio das empresas, no atual momento, é também a falta de conhecimento dos riscos. O vice-presidente da RSA na América Latina, Rogerio Morais, afirmou recentemente que esse cenário faz com que as organizações adiem planos de proteção e fiquem vulneráveis a ataques. Segundo ele, os hackers vão em busca de informações e dinheiro, mas sem fazer barulho. Com isso, as vítimas pensam que tudo não passa de uma fantasia, e esse é o grande perigo.

Morais também afirmou que companhias estão investindo em antivírus e firewalls, mas se esquecem de aplicar controles de acesso, monitorar o que acontece dentro da empresa e ainda conscientizar os funcionários sobre a importância da segurança.