rp_phishing_2014-11-19.jpg

Google diz que 45% de ataques phishing são bem sucedidos

Um alarmante levantamento do Google, em parceria com a Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, mostrou que 45% dos ataques de phishing feitos manualmente são bem-sucedidos. As contas […]

Um alarmante levantamento do Google, em parceria com a Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, mostrou que 45% dos ataques de phishing feitos manualmente são bem-sucedidos. As contas de e-mail, dados bancários e acessos a lojas de aplicações são os principais alvos.

O estudo foi feito entre os anos de 2011 e 2014, e mostrou que 35% das invasões são em e-mails, seguidas por contas de banco (21%), lojas de aplicativos (16%) e redes sociais (14%).

Uma das constatações feitas pela pesquisa diz que “a maioria das pessoas se acha inteligente demais para cair numa armadilha phishing. Em média, aqueles que visitam as páginas falsas apresentam suas informações em 14% das ocasiões, e até mesmo aqueles sites nitidamente piratas conseguiram enganar 3% das pessoas”.

Os hackers estão, principalmente, localizados na China, na Costa do Marfim, na Malásia, na Nigéria e na África do Sul. Segundo o estudo, 30 minutos são suficientes para tentar invadir 20% das contas às quais os criminosos têm acesso. Uma vez invadido o perfil, o hacker leva, em média, três minutos para identificar se os dados são relevantes.

A pesquisa revelou também que os criminosos enviam e-mails de phishing a partir da conta da vítima para todos em sua lista de endereços. Amigos e familiares acabam achando que o e-mail realmente vem da vítima, e cedem outras informações preciosas para seus atacantes.

Ainda de acordo com o levantamento, as pessoas da lista de contatos da conta sequestrada estão 36 vezes mais propensas a terem informações sequestradas do que o dono da conta invadida.

Proteção é fundamental

O Google aconselha a tomar as medidas de proteção já bem conhecidas: nunca forneça informações pessoais a e-mails que fazem este tipo de pedido, a não ser que você tenha certeza e confie na fonte de origem. Além disso, troque regularmente sua senha para dificultar a invasão da conta.

Também é importante que você mantenha um antivírus eficiente e atualizado, tanto no seu computador quanto nos dispositivos móveis. O PSafe Total é muito eficiente neste sentido, já que ele informa ao usuário quando ele está entrando numa página que tem potencial de phishing. Mesmo que você não repare a armadilha que está caindo, o sistema irá lhe alertar.

Para smartphones e tablets, o PSafe Total Android, além de lhe deixar longe de riscos na internet, ainda dá opções exclusivas de privacidade. Confira