Google Car não precisa de motorista em estradas

Desafio agora é fazer com que carro inteligente reconheça obstáculos dentro das cidades

Desafio agora é fazer com que carro inteligente reconheça obstáculos dentro das cidades

Carros autônomos do Google atingem nova marca neste mês: 1 milhão de quilômetros rodados sem motorista em estradas. A diretora do projeto de direção autônoma no Google, Chris Urmson, diz que desafio agora é conseguir resultados similares dentro das cidades, com muito mais barreiras e uma condução mais complexa.

Nas estradas, sem nunca cansar ou ser distraído, os carros de condução autônoma já são capazes de reconhecer diversos obstáculos, como pedestres, ônibus, sinal de parada de um guarda de trânsito ou um ciclista que faça gestos que indiquem retorno, por exemplo. O vídeo abaixo mostra o funcionamento do software, incluindo os elementos que são monitorados instantaneamente pelo computador.

 

 

O veículo modificado pelo Google foi o Toyota Prius, equipado com:

Um conjunto de sensores para circular em estradas públicas sem motoristas, um receptor GPS e acelerômetro.

Um sensor giratório acoplado no teto do carro capta tudo ao redor de 60m do veículo, construindo um mapa tridimensional de obstáculos.

Um sensor acoplado na roda esquerda traseira mede pequenos movimentos e posiciona o carro com precisão no mapa de localização.

Uma câmera instalada próxima ao retrovisor interno capta sinais de trânsito e pode reconhecer pedestres, ciclistas e gestos de guardas de trânsito.

Quatro radares, sendo três dianteiros e um traseiro, que ajudam a determinar a posição de objetos distantes.