Hackers aproveitam Olimpíadas para criar sites falsos

Reportagem alerta para ataques virtuais por super-hackers brasileiros

Uma reportagem divulgada pela NBC News faz um alerta para quem está no Brasil: os hackers também estão de olho no Rio de Janeiro. Segundo o site norte-americano, a capital fluminense, que recebe as Olimpíadas 2016, está no radar dos cibercriminosos do país, que formam uma das redes de crimes virtuais mais potentes do mundo.

Desde a cerimônia de abertura das Olimpíadas, hackers iniciaram uma série de ataques a sites oficiais do comitê organizador, da prefeitura e do governo do Rio, a fim de protestar ou acessar informações confidenciais relacionadas ao evento.

Leia também: Guia de Segurança: saiba proteger seu celular em grandes eventos

De acordo com a reportagem, milhares de sites disfarçados já foram criados, tanto para enganar brasileiros como turistas estrangeiros. Este tipo de ataque por meio de páginas falsas – conhecido como phishing – cresce seis vezes mais rápido por aqui.

Emilio Simoni, Gerente de Segurança da PSafe, explica que é preciso muita atenção também a sites de instituições bancárias, por exemplo. “A página falsa é muito parecida com a oficial, por isso, deve-se confirmar a URL do site do banco antes de fazer qualquer transação”, recomenda.

Veja um exemplo de página falsa de um banco brasileiro. Repare na URL.

fraude-site
Este é o site oficial. Repare no “https”, especificação que confirma a segurança de um site, no início do endereço.

SITE-OFICIAL
A matéria confirma, a partir de dados da Federação Brasileira de Bancos, que os cibercriminosos brasileiros têm uma preferência por invadir contas bancárias e clonar cartões de crédito, sugando cerca de US$ 550 milhões dos bancos brasileiros somente em 2015.

Dicas para escapar do phishing

Saiba como se proteger de ataques e ficar longe de entrar para essas estatísticas.

– Mantenha um programa antivírus instalado e atualizado no computador e smartphone
– Verifique a grafia dos textos por e-mail, normalmente contém erros
– Entre em contato com a instituição financeira ou empresa, se for o caso, para confirmar o endereço do site oficial
– Desconfie se o site do banco pedir a senha duas vezes ou informações pessoais, como nome da mãe
– Caso receba uma promoção por e-mail, verifique no site oficial da empresa se a promoção está publicada, por exemplo, antes de clicar em qualquer link
– Nunca forneça dados pessoais por e-mail, como senhas e logins