internet banking

Internet Banking sem medo

Por mais prático que seja o internet banking, é sempre bom se manter a par de como os hackers estão tentando roubar seus dados.

Não há dúvida que o internet banking facilita a vida de muita gente. A possibilidade de pagar contas e efetuar transações sem enfrentar as longas e estressantes filas tem atraído cada vez mais adeptos que utilizam os serviços online oferecidos pelas instituições. Mas é preciso ter atenção redobrada com a segurança, já que na mesma medida em que cresce o número de usuários, criminosos virtuais desenvolvem arquivos maliciosos para roubar informações confidenciais.

Pessoas que não têm tanta familiaridade com o meio digital são os principais alvos de hackers que tentam fraudar transações bancárias pela internet. Entretanto, mesmo os usuários mais experientes estão suscetíveis a serem confundidos pelas táticas utilizadas pelos criminosos.

 PC

Para quem utiliza o internet banking pelo navegador, a principal ameaça está em malwares que interceptam as informações digitadas. Outra forma de ataque bastante comum é o redirecionamento para sites falsos e os bolwares, vírus que alteram informações de boletos.

Para Thiago Marques, analista do laboratório de malware da PSafe, é preciso ficar bastante atento ao utilizar o internet banking. Para o especialista, uma forma simples de identificar se você está ou não em um site de banco falso é fazer um teste rápido: digitar a senha errada pela primeira vez.

“Se você digitar a senha errada, a página falsa vai identificar a senha como verdadeira e te redirecionar, como se estive correta”, explica. “Se isso acontecer, é um sinal de que a página do banco é falsa”, alerta.

O PSafe Total para Windows protege contra malwares e arquivos do tipo Keylogger, que gravam tudo o que é digitado no computador. Mas também é importante tomar algumas medidas de segurança, como evitar clicar em links enviados por e-mail, ter cuidado ao baixar extensões para o browser e não utilizar o internet banking em redes públicas.

 Smartphones

Em 2014, foram descobertos milhares de falsos aplicativos bancários na Google Play. Como sabemos, a política de segurança da loja oficial do Google não é tão eficaz. Por isso, é importante, além de ter uma proteção extra no Smartphone, como o PSafe Total para Android, ter atenção a pequenos detalhes.

PSafe Total

O mais importante é verificar o publisher do aplicativo, ou seja, quem desenvolveu o app. A data de publicação também é importante, já que aplicativos falsos podem demorar mais de uma semana para serem removidos da loja, e datas muito recentes podem ser indícios de que seja falso. Outra forma de verificação, para ver se o aplicativo é verdadeiro, são os comentários de outros usuários.

“Se você tentar baixar o aplicativo de banco falso e o seu smartphone tem o PSafe Total instalado, o antivírus vai alertar que aquele app não é verdadeiro”, explica Thiago.