fotos_celular

Klink: como ganhar dinheiro com suas fotos do celular

Klink promete pagar por visualizações das suas fotos, e você nem precisa ser fotógrafo profissional.

Quem não se descobriu um fotógrafo de ocasião depois da popularização dos smartphones? Se você gosta de clicar paisagens e cenas do cotidiano e quer ir além das curtidas nas redes sociais, já pode se arriscar a tentar fazer uma graninha extra com isso.

A proposta é do recém-lançado Klink, um aplicativo gratuito para Android e iOS criado por Taylor Pierce, um desenvolvedor que deixou tudo para trás para investir no sonho de lançar um app de sucesso.

Funciona assim: você publica fotos e vídeos (de até 20 segundos) na rede e suas criações ficam expostas a outros usuários. Se conquistar uma boa quantidade de fãs, você ganha destaque e créditos que podem ser convertidos em dinheiro.

A ideia é interessante, mas não pense que vai ser fácil. Para juntar dois dólares, é preciso acumular mil curtidas. Considerando a cotação da moeda hoje, a conversão é bastante vantajosa, mas as chances de ficar rico são remotas. A melhor ideia, pelo visto, é encarar o Klink como uma brincadeira, no melhor estilo “o que vier, é lucro”.

5 dicas para tentar emplacar fotos no Klink (e fora dele)

  • Veja as fotos em destaque e inspire-se em quem está conquistando mais curtidas.
  • Cuide do enquadramento da imagem. Nada de foto torta, a menos que você tenha uma ideia muito convincente!
  • Explore apps de tratamento de imagem que podem dar uma ajudinha. VSCO Cam e Snapseed são duas boas indicações.
  • Preocupe-se mais em retratar um olhar original que enfeitar a imagem. Não exagere nos retoques. Faça ajustes básicos e lembre-se: menos é mais.
  • Treine o olhar. Descubra boas referências tanto no Klink quanto no Instagram e no Pinterest. Com o olhar treinado, você produz fotos melhores.

Klink está disponível no Google Play e na App Store.