Lojas de varejo aceitam celular usado na compra de um novo

Consumidor pode garantir um desconto no valor final da compra do smartphone novo ao entregar seu usado

Desde segunda-feira, 8 de agosto, quem procurar uma loja do Magazine Luiza para comprar um celular novo pode entregar o seu usado, em qualquer estado, e garantir um desconto no valor final da compra. A loja é a primeira grande rede do varejo a adotar o “trade-in” – ou modelo de recompra de aparelho –  no Brasil.

Leia também: 14 coisas que o smartphone já consegue substituir

Para isso, basta levar o aparelho à uma loja e entregá-lo ao vendedor. Um sistema faz, então, a sua avaliação baseada em cinco questões referentes ao estado do usado. Em seguida, esse mesmo sistema indica o valor da recompra e quanto ele vale na troca por um smartphone novo.

O modelo de recompra, aceito por todas as operadoras do país, vai funcionar nas lojas do Magazine Luiza em São Paulo e deve se estender a todas as outras lojas da varejista até o fim do ano.

A prática também é adotada por lojas especializadas em tecnologia, como a Fnac. Segundo a Brighstar, empresa que atua no mercado de recompra de smartphones usados no Brasil, outras grandes varejistas já negociam acordos similares com a companhia.

Com informações do jornal O Estado de S. Paulo