Pegue o Pombo! Londres usa pombos para medir poluição

Projeto cria tropa de pombos com sensores para monitorar a qualidade do ar da capital do Reino Unido

Uma tropa de pombos equipados com sensores foi “escalada” para sobrevoar o céu de Londres. É isso mesmo! A ideia é que as aves monitorem constantemente a qualidade do ar da capital do Reino Unido.

Leia também:
Ciclovia da Holanda brilha no escuro
Estudo com vespas pode beneficiar tecnologia dos drones

Eles vão carregar um pequeno dispositivo, parecido com uma mochilinha, que mede os níveis de dióxido de nitrogênio, gás que afeta diretamente o sistema respiratório, e de ozono troposférico (O3).
Londres usa pombos para medir poluição
Os pombos-patrulha vão, então, coletar dados que podem ser enviados para qualquer pessoa que solicitar via tweet a classificação da qualidade do ar – que vai de “Fresco” a “Extremo”.

A patrulha é composta apenas por pombos devidamente treinados que devem sobrevoar os céus londrinos durante três dias. O objetivo deste projeto, explicou Pierre Duquesnoy, responsável pelo projeto, ao jornal The Guardian, não é encontrar uma solução permanente para o problema da poluição, mas sim sensibilizar as autoridades para esta questão. Em 8 de janeiro, a cidade de Londres ultrapassou o limite de poluição do ar definido para todo o ano de 2016.

O projeto foi desenvolvido pela Plume Labs, uma startup que agora busca recursos via crowdfunding para criar o sensor Plume, um medidor pessoal de qualidade de ar. Mas, dessas vez, para ser usado em humanos.