rp_Magnetometro-NFC_2014-07-21.jpg

Magnetômetro o que é e como pode substituir o NFC?

Conheça um protocolo de comunicação que pode substituir o NFC em breve.

O magnetômetro é um instrumento utilizado para medir a intensidade, a direção e os sentidos de campos magnéticos próximos. Presente na maioria dos mais modernos smartphones, o instrumento, que permite a adaptação da tela do aparelho à posição do usuário com orientações de inclinação de tela, pode ser o grande responsável pelo surgimento de uma nova tecnologia de comunicação.  

Pesquisadores da Universidade de Oulu, na Finlândia, e da Universidade de Huazhong, na China, desenvolveram juntos um protótipo que utiliza o magnetômetro de um celular Android como canal de comunicação de mão única e curto alcance.

Segundo informações, a plataforma será mais segura utilizando pequenas cargas de informação, uma vez que se apresentam a uma curta distância. Isso pode configurar maior dificuldade do sinal ser interceptado por outra tecnologia.

 

NFC X Magnetômetro

O Near Field Communication (NFC), que possui tecnologia parecida, trabalha em distâncias de cerca de 20 centímetros. Já o magnetômetro, em sua forma atual, pode somente transmitir pulsos de 40 bits por segundo e isso com a distância entre transmissor e receptor de, no máximo, dois centímetros.

Os pesquisadores não consideram um ponto negativo em relação ao NFC o fato de a tecnologia estar em franco crescimento, com estimativas de 66% de presença até 2018. Eles dizem que o magnetômetro é mais comum do que o NFC e está presente na tecnologia da maioria dos smartphones. Portanto, prontos para uso.

Outra questão levantada é a deficiência de um canal unidirecional.  Os projetistas afirmam que pode ser um canal de adicionamento de informações ao sistema QR, sem a necessidade de acesso à internet.

Há ainda uma infinidade de dúvidas que precisam ser esclarecidas e novas perguntas que necessitam ser feitas para que haja mais funcionalidade na tecnologia. De qualquer forma, é uma inovação e tanto.