facebook_2303

Mãos ao alto! Facebook é maior alvo de roubo de dados

A rede social sofre com cibercrime diariamente. Proteja seu perfil.

Nem só de fotos de gatinhos e selfies na academia vive o Facebook. O cibercrime á algo que acontece na rede com muito mais frequência do que aquele comentário aleatório da sua tia na sua foto de perfil.

A falta de segurança digital dá acesso livre a hackers que quebram a pouca proteção dos perfis e conseguem roubar fotos e acessar dados que muitos usuários deixam abertos. Por isso, é importante saber bem quem você aceita como amigo e evitar que suas informações estejam liberadas para pessoas desconhecidas.

Leia mais: Quizz ameaça privacidade de usuários

Ao publicar uma foto, muitas vezes sua localização está descrita, o que facilita criminosos a buscarem mais informações ao seu respeito como lugares frequentados, escolas dos filhos e até o seu trabalho. O que deixa você mais vulnerável.

Mas muito além das configurações que o Facebook permite alterar está a habilidade de criminosos da web que conseguem burlar outras barreiras do site. Em 2015, mais de 33,6 milhões de ataques por páginas falsas foram identificados pelo Relatório Anual de Segurança da Cisco.

As promoções em páginas suspeitas atraem curtidas, comentários e compartilhamentos. Junto com essa estratégia estão os testes e brincadeiras através de extensões que acessam os dados do usuário que inocentemente aceita os termos e clica para jogar.

Veja também: Aprenda a limitar acesso aos seus dados no Facebook

Portanto, fique atendo. Dificilmente alguém vai sortear mil iPhones ou vai doar dinheiro para quem compartilhar uma postagem, muito menos será possível mudar a cor do Facebook. Se algo parecer muito bom para ser verdade, desconfie. Evite aceitar termos de jogos e quizz na rede social e se mantenha seguro.