Microsoft compra LinkedIn

Microsoft compra LinkedIn por US$ 26,2 bilhões

Rede social vai continuar independente após sua aquisição, que é a maior da história da Microsoft

A Microsoft anunciou a compra do LinkedIn nesta segunda-feira, 13, por US$ 26 bilhões, a aquisição mais cara na história da empresa. De acordo com a Microsoft, a rede social de negócios vai continuar independente após a compra, mantendo a marca, cultura e o presidente-executivo Jeff Weiner.

Leia mais: LinkedIn lança aplicativo para estudantes

Ainda segundo a Microsoft, as duas empresas têm a mesma visão de empoderar pessoas e negócios. “Juntas, nós podemos acelerar o crescimento do LinkedIn, assim como o do Microsoft Office 365 e Dynamics, enquanto nós buscamos emponderar cada pessoa e organização no planeta”, disse Satya Nadella, presidente da empresa durante anúncio da aquisição.

O LinkedIn é a maior rede social para profissionais do mundo, com 433 milhões de usuários e 7 milhões de vagas de emprego listadas, além de comandar o Lynda.com, plataforma de ensino online, e o SlideShare, para compartilhar apresentações na internet.

A transação deve ser concluída até o fim do ano.

E você, usa o LinkedIn? Comente sua experiência aqui com a gente.