rp_drone-eletricidade_2014-06-27.jpg

Drones – MIT testa nova forma de recargar suas baterias

MIT testa forma de recarregar as baterias dos Drones ainda durante o vôo, por meio de linhas de energia, economizando tempo. Conheça a ideia!

 

Um dos maiores problemas enfrentados no uso de drones é o seu alcance limitado. A dificuldade se resume ao peso. As baterias são relativamente pesadas e, se o usuário quiser fazer voos demorados e mais úteis, é preciso recarregá-las em locais específicos, o que demanda tempo.

O departamento de Ciência da Computação e Laboratório de Inteligência Artificial (CSAIL, na sigla em inglês) do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), nos Estados Unidos, decidiu olhar a questão por um lado diferente.

A ideia é permitir que os drones sejam recarregados durante o voo, por meio de linhas de energia. Segundo a empresa, o sonho não é impossível, apesar de alguns desenvolvedores acharem que é, uma vez que é preciso configurar inúmeras estações de base para fazer a recarga.

O projeto do novo drone tem um sistema de motor planador. Ele possui sensores específicos para a captação de linhas de energia. Quando chega perto de uma dessas linhas, ele pousa naturalmente, mesmo que esteja ventando. 

O sistema de pouso é baseado na técnica das aves. O drone abre suas asas e altera o ângulo do seu corpo, a fim de alcançar uma trajetória e fazer um pouso preciso em direção ao cabo. O planador empurra o nariz do drone para cima, o que causa perda de velocidade. O que o sistema ainda não mostra é como o pequeno avião continuará o voo após a recarga na linha, mas a empresa garante que trabalha neste sentido e que novidades virão em breve. 

O MIT acredita que o uso de linhas de energia é uma solução inteligente para o problema, porque elas são abundantes em áreas urbanas. O instituto também vê como vantagem a segurança de permitir que um drone possa recarregar sem aterrissar onde estariam expostos a danos ou roubo.