rp_nfc-celulares-google-apple_2014-04-29.jpg

Tecnologia NFC: O que é e para que serve?

Você conhece a tecnologia NFC? Saiba o que é e para o que serve. Veja seus benefícios e aplicações.

Com a inovação tecnológica dos últimos anos, os telefones celulares ganharam funções que os aproximam dos PCs. Por isso, os dados armazenados em smartphones aumentaram de relevância em nossas vidas, sem contar com a necessidade de transferir tudo de forma mais rápida e eficiente.  Pensando nisso que surgiu o NFC (Near Field Communication), uma tecnologia capaz de trocar informações entre dispositivos móveis sem a necessidade de cabos ou ondas sem fio como WI-FI ou Bluetooth.

O recurso é capaz de transmitir dados em boa velocidade a curta distância (no máximo de 10 cm). Os dispositivos que têm essa tecnologia dispõem de chips na parte traseira, capazes de estabelecer uma comunicação com outro chip. A tecnologia surgiu por meio de um consórcio composto entre grandes empresas como: LG, Huawei, HTC, Motorola, Samsung, Google, Microsoft, Visa e Intel. 

Aplicações

Atualmente o NFC está presente em inúmeros aparelhos, mas o seu uso é mais difundido no Oriente. Em países como o Japão, já é possível pagar serviços como o supermercado, metrô e estacionamento utilizando a tecnologia. Além de substituir o cartão de crédito, um celular com NFC é capaz de ler tags e obter mais informações em vitrines e painéis, função semelhante a do QR Code.

Televisores, notebooks e outros aparelhos já são compatíveis com a função, permitindo melhor comunicação e a transmissão rápida de informações entre os aparelhos, substituindo assim, tecnologias como a entrada USB.

Ativando o NFC

A ativação da função varia de acordo com o modelo do smartphone. Por isso, antes de tudo, verifique a disponibilidade de uso em Configurações. Depois de ativar, aproxime o celular de uma tag de informações NFC ou até mesmo de outro smartphone para trocar dados. No caso, é preciso que ambos sejam compatíveis com o NFC.

Uma tecnologia segura

O NFC foi pensando principalmente para a segurança, uma vez que ele só permite a transferência de informações a uma distância muito curta, tornando-se livre a interferência de sinal responsável por espalhar vírus, como já ocorre em conexões Wi-Fi e de Bluetooth.

No vídeo abaixo você pode conferir algumas aplicações do NFC: