Nova política de privacidade do Snapchat causa polêmica e confusão entre os usuários

A nova política de privacidade do Snapchat deu o que falar, mas a empresa já se pronunciou publicamente para esclarecer. Quer entender melhor?

Uma atualização nos Termos de Uso do Snapchat causou bastante polêmica nas redes sociais. A nova versão da política de privacidade do aplicativo dizia que a empresa teria acesso total para visualizar e reproduzir onde quisesse os snaps gerados pelos usuários, independentemente do conteúdo. A informação teve uma enorme repercussão e causou preocupação entre os usuários da rede, já que uma das principais características do Snapchat é justamente garantir a privacidade das pessoas.

Leia também: 5 pessoas maravilhosas que você precisa seguir agora no Snapchat

Em um post no seu blog oficial, a rede social tentou esclarecer alguns pontos sobre a sua nova política de privacidade. Segundo o Snapchat, a atualização tinha apenas três objetivos: deixar a linguagem mais clara e próxima do seu público, esclarecer questões de compras dentro do aplicativo (replays e outras ferramentas a serem lançadas futuramente) e divulgar quais informações dos usuários serão públicas para que outras pessoas possam encontrar e adicionar amigos na rede.

Além disso, a empresa se justificou e explicou que continua deletando do seu banco de dados todos os snaps e conteúdos gerados por usuários depois que eles são visualizados ou deletados. Porém, o termo de utilização desse conteúdo é algo comum em muitas outras redes sociais e serve para garantir legalmente que ela possa usar snaps para formar seus canais de “Live Stories”, por exemplo.

Agora você se sente mais seguro em relação ao Snapchat ou a desculpa da empresa não convenceu? Comente o achou!