Nova política de privacidade do Spotify

Uma enxurrada de reclamações tomou conta da internet após o Spotify atualizar sua política de privacidade. Veja o que diz o CEO da empresa:

Uma enxurrada de reclamações tomou conta da internet após o Spotify atualizar sua política de privacidade. O fundador e CEO da empresa, Daniel Ek, publicou em um blog pedido de desculpas por não explicar o raciocínio por trás das alterações que vêm acumulando críticas dos usuários, que ameaçam boicotar o serviço de música.

O pedido de desculpas em nada tem a ver com as permissões do aplicativo: acessar sensores, fotos, contatos e GPS, entre outras. Mas, sim, com o fato de não ter sido bem explicado ao público em geral suas adoções.

O pedido de desculpas veio acompanhado de explicações. O usuário não precisa aceitar as novas permissões e o Spotify garante não utilizá-las senão para melhorar a experiência da audiência na plataforma de streaming. Abaixo, o posicionamento do CEO sobre cada uma das novas permissões mais questionadas:

Fotos

O Spotify nunca fará copias das suas fotos ou importará sua biblioteca. A ideia é permitir acesso ao rolo de câmera para troca da foto de perfil e como banco de imagens para personalizar a capa de determinadas playlists, mais uma vez, somente após o seu consentimento.

Localização

O Spotify não vai utilizar as informações de localização do seu device sem a sua explícita concordância. Você pode autorizar e retirar o acesso do app à informação. A ideia do serviço é poder oferecer músicas em alta na sua localidade.

Voz

Você poderá ativar e desativar o acesso ao recurso de voz. A ideia do app é permitir comando de voz para pausar e pular músicas ou outros comandos dentro do aplicativo, futuramente.

Contatos

A empresa garante que não irá copiar a sua agenda. A permissão faz parte de outra melhoria em um futuro próximo, como procurar dentro da sua agenda de contatos, pessoas que utilizam o Spotify e assim poder compartilhar músicas com mais amigos.

Compartilhamento

A política de privacidade prevê o compartilhamento de informações com empresas anunciantes. O Spotify esclarece que a ideia não é escancarar a sua privacidade, mas permitir o tratamento das informações de forma conjunta para direcionar esforços de publicidade.

Você pode mandar a sua dúvida por e-mail para: privacy@spotify.com.