rp_usuarios-smartphone-america-latina_2015-01-14-11-17-01.jpg

Número de smartphones cresce na América Latina

Brasil, México e Colômbia puxam expansão de aparelhos e mobilidade no continente

Brasil, México e Colômbia puxam expansão de aparelhos e mobilidade no continente

Um avanço que coloca a América Latina como uma das regiões mais promissoras do mercado de telefonia móvel. Isso porque diversos países desta zona do mundo registraram um crescimento em relação à proliferação de dispositivos móveis e do uso da internet móvel, segundo a pesquisa “Smartphone Users and Penetration Worldwide, 2013-2018” da empresa eMarketer.

De acordo com o relatório, de 25 países analisados no mundo todo com maior número de smarphones em 2014, o Brasil ocupa a sexta posição com 38,8 milhões de usuários; o México, o décimo primeiro lugar com 28,7 milhões; a Colômbia, a 22º posição com 14,4 milhões e a Argentina figura em 25º com 10,8 milhões.

Além disso, o Chile foi o país com maior penetração de smartphones no continente em 2014 com uma participação de 49,7%, seguido por Colômbia (45,3%), México (41,2%) e Argentina (36%).

De outro lado, o informe de “Economia móvel: América Latina 2014” da empresa GSMA América Latina, indica que para 2020 a região será a segunda maior em uso de smartphones, depois da Ásia-Pacífico.

Segundo eMarketer, neste 2015, um quarto da população mundial terá smartphone, e para o 2018, 51,7% dos usuários móveis a nível mundial usarão telefones inteligentes. E você, já tem o seu Android?