rp_ide_2014-08-22.jpg

O que é e para que serve IDE?

IDE significa, em tradução livre, Ambiente Integral de Desenvolvimento e é um software criado para facilitar a vida dos programadores. Saiba mais!

IDE, ou Ambiente Integral de Desenvolvimento em tradução livre, é um software criado com a finalidade de facilitar a vida dos programadores. Neste tipo de aplicação estão todas as funções necessárias para o desenvolvimento desde programas de computador a aplicativos mobile, assim como alguns recursos que diminuem a ocorrência de erros nas linhas de código.

Se no passado os desenvolvedores precisavam apenas de um editor de texto e de um navegador para criar um software, agora, com os IDEs, eles possuem mais opções para otimizar o tempo gasto com os códigos. Imagine os IDEs como as calculadoras. Logicamente você aprende a fazer as operações matemáticas na escola, mas raramente as faz manualmente quando precisa.

Uma das principais vantagens dos IDEs está na capacidade de compilar bibliotecas completas de linguagem. Outra função bastante comum neste tipo de programa são os debuggers, que apontam os erros que ocasionalmente podem ocorrer ao escrever o código. Alguns IDEs também possuem  o autocompletar.

Já a desvantagem fica por conta de necessitar um conhecimento razoável de programação. Usuários com pouca experiência – ou que estão dando os primeiros passos no desenvolvimento de software – podem se confundir com o excesso de recursos que alguns IDEs têm.

Principais IDEs

NetBeansambiente multiplataforma, tem como principal característica o layout simples e intuitivo. Suporta XML, C, PHP, C++, Ruby e HTML.

Notepad++ – se destaca pelo recurso que permite a identificação da linguagem que está sendo usada. Leve, tem como ponto negativo estar disponível apenas para Windows. Suporta Assembly, Ruby C, HTML, PHP, JavaScript, ASP, SQL, C++, Java, C#, XML, Objective-C, CSS, Pascal, Perl, Python e Lua.

Sublime Text – um dos mais populares, tem como principal recurso a possibilidade de instalar plugins de acordo com a necessidade do usuário. Suporta C, C++, C#, CSS, HTML, Haskell, Java, Latex, PHP, Ruby, SQL, XML, JavaScript e Groovy.