Onda de ataques virtuais tem foco em dispositivos móveis

Em seu último post, a PSafe divulgou um golpe aplicado através de um banner malicioso hospedado no site Yahoo. O que não se sabia é que este é […]

Em seu último post, a PSafe divulgou um golpe aplicado através de um banner malicioso hospedado no site Yahoo. O que não se sabia é que este é apenas um dos ataques de uma onda que está ocorrendo em todo o mundo.

O foco dos golpes está principalmente em dispositivos móveis, como celulares e tablets, mas também pode atacar computadores. Um exemplo foi a invasão de contas do Skype para divulgação de protestos contra os Estados Unidos.

Pelo menos parte dos golpes está sendo aplicado pelo grupo Exército Eletrônico da Síria (Syrian Electronic Army, em inglês). No entanto, especialistas alertam que todo o ano de 2014 deve conter um aumento de ataques de hackers, tanto para protestos, quanto para a aplicação de crimes virtuais.

Celulares e tablets

Como a tendência do mundo é o uso cada vez maior de dispositivos móveis, os ataques em 2014 devem ser mais concentrados para estes aparelhos. A justificativa baseia-se nos dados que comprovam que os smartphones já vendem mais do que computadores e que os tablets devem ultrapassar a mesma marca em 2015.

Outro motivo importante para os hackers é o fato de os usuários terem menos cuidado com sua vida digital ao acessarem os dispositivos móveis. Na maioria dos casos, os usuários não instalam programas antivírus, como o PSafe Suite Android, ficando mais vulneráveis aos ataques dos hackers.

Isto é preocupante considerando que, a cada três meses, cerca de 20 milhões de pragas virtuais aparecem. A maior parte destes vírus e ameaças é destinada para aparelhos com sistema operacional Android. De acordo com dados de especialistas, as ameaças para Android crescem à taxa de 33% a cada três meses.

Como os hackers agem

O método de ação dos hackers está cada vez mais sofisticado e fica cada vez mais difícil identificar um aplicativo malicioso. Até a assinatura dos apps estão sendo falsificadas, dando a impressão de que o programa é legítimo.

Os ataques, porém, não param por aí. Este ano também deverá haver um aumento a invasões em contas de redes sociais e os e-mails serão ainda mais utilizados para a prática de crimes virtuais. O roubo de aparelhos e o acesso à rede wi-fi também trazem preocupação, já que os dados ficam expostos em ambas as situações.

Instalando o PSafe Suite Android, o usuário pode bloquear o acesso wi-fi a determinados aplicativos, além de poder apagar todos os dados em caso de roubo do dispositivo. O aplicativo também tem a proteção do antivírus, que usa a tecnologia em nuvem e evita que qualquer ameaça traga problemas à sua segurança digital.