rp_dinheiro-real-moeda-prejuizog_2014-03-31.jpe

Pirataria vai gerar prejuízo de R$ 1,5 bilhão no Brasil

  Em 2014, os brasileiros vão gastar cerca de US$ 700 milhões e 44,2 milhões de horas para resolver problemas causados por softwares piratas. No mundo todo, o prejuízo […]

 

Em 2014, os brasileiros vão gastar cerca de US$ 700 milhões e 44,2 milhões de horas para resolver problemas causados por softwares piratas. No mundo todo, o prejuízo pode chegar a cifra de US$ 25 bilhões e 1,2 bilhões de horas gastas. Esses números alarmantes fazem parte de um estudo encomendado pela Microsoft à IDC consultoria e a Universidade Nacional de Singapura.

Os dados são preenchidos, em sua maior parte, por empresas que utilizam versões piratas de softwares como Office e Photoshop. Segundo dados levantados, incidentes como a invasão de perfis em redes sociais, perda de dados, uso de informações para transações não autorizadas / fraudes e invasão de e-mails e contas bancárias lideram o receio que consumidores e empresas têm.

Esses itens foram mencionados por 60% do universo pesquisado. Apesar disso, 43% dos mesmos entrevistados não instalam atualizações de segurança, deixando computadores mais vulneráveis aos ataques.

O comportamento do usuário e de empresas é preocupante, uma vez que o número de pragas virtuais cresce em ritmo acelerado e costumam aproveitar brechas de segurança condicionadas pelo próprio usuário. "Usar software pirateado é como andar em um campo minado: nunca se sabe quando se irá encontrar algo desagradável, mas se encontrar, o resultado pode sem bastante destrutivo", disse John Gantz, chefe de pesquisas da IDC. "Os riscos financeiros são consideráveis, e as potenciais perdas podem levar uma empresa rentável para o buraco. 
Comprar software legítimo é mais barato no longo prazo – ao menos você sabe que não vai ganhar nenhum brinde em forma de malware". 

O estudo incorporou, também, uma perícia em 203 máquinas com softwares piratas e acabou identificando um dado curioso. 61% dos equipamentos estavam pré-infectados com brechas para instalação de uma vírus mais poderoso capaz de roubar dados ou utilizar o processamento do pc para tarefas agendadas sem conhecimento do usuário.

A pesquisa reforça que o uso de um antivírus completo é fundamental para garantir a segurança do sistema.