rp_poder-rede-social_2014-06-16.jpg

O poder de um post no Facebook e no Twitter

As redes sociais são ferramentas poderosas, mas é preciso ter cuidado na hora de fazer postagens. Leia nesse post alguns casos.

Não dá para negar que o Facebook e o Twitter são poderosas ferramentas de socialização, informação e entretenimento. Quando estão nas mãos de uma pessoa influente, então, essas redes sociais têm uma força ainda maior. Por isso, todo cuidado é pouco. Uma frase mal colocada, uma polêmica fora de hora, ou até mesmo o anúncio de uma decisão, podem dar sérias dores de cabeça a seus autores.

Eleita pela Forbes a personagem mais influente da internet no ano passado, a socialite Paris Hilton é um bom exemplo de como um post pode causar uma grande polêmica e debates acalorados. No início de 2011, uma de suas declarações no Twitter teve milhões de compartilhamentos, recebendo apoio de alguns, e críticas de muitos.

“Toda mulher deve ter quatro animais de estimação em sua vida: um urso no armário, um jaguar na garagem, um tigre na cama e um burro que paga por tudo”, dizia a publicação da moça, que teve mais de dois milhões de compartilhamentos.

O poder de um post nas redes sociais

No Brasil, uma das personalidades mais influentes da internet é o comediante Rafinha Bastos. No mesmo período em que Paris publicava a frase polêmica sobre como tratar um homem, Rafinha pegava pesado e virava polêmica em todo o país, por causa da seguinte frase divulgada no Facebook:

“Toda mulher que eu vejo na rua reclamando que foi estuprada é feia pra c… Tá reclamando do quê?! Deveria dar graças a Deus. Isso, pra você, não foi um crime, e sim uma oportunidade… Homem que estupra mulher feia não merece cadeia, merece um abraço”.

A tentativa de fazer uma piada com um tema sério revoltou diversos setores do Brasil. O humorista sofreu críticas pesadas. Na época, diversas denúncias foram feitas contra ele e o Ministério Público chegou a abrir um inquérito.

Uma declaração polêmica, em 2010, terminou com a demissão do diretor comercial da Locaweb. Na época, durante um jogo entre Corinthians e São Paulo, Alex Glikas postou mensagens no Facebook como “Chupa, bambizada” e “Timão”. O problema é que a Locaweb patrocinava o São Paulo naquela partida. No dia seguinte, a empresa divulgou através de nota que “o executivo decidiu, em comum acordo com a diretoria, desligar-se de suas funções”.

Dor de cabeça também teve o apresentador Danilo Gentili, no mesmo ano. Na época repórter do “CQC”, da TV Bandeirantes, ele chamou Hebe de “múmia” no Twitter e desencadeou a fúria de muitos seguidores. Era o momento em que a apresentadora estava voltando ao ar, após se curar de um câncer. “Assistam! O SBT está reprisando agora ‘O Retorno da Múmia’”, publicou. O post, quatro anos depois, ainda gera debates sobre qual é o limite de uma piada.

Quem também causou polêmica foi o governador do Ceará, Cid Gomes. No ano passado, ele resolver fazer uma promoção em sua página no Facebook e causou revolta de seus próprios seguidores: “Dito isto, para incrementar a quantidade de pessoas que acompanham a página, sortearei 10 ingressos do show da Beyoncé entre os curtidores”.

A ideia pegou muito mal, Cid foi cobrado e virou motivo de piada na internet. Depois, foi a público declarar que a promoção seria feita com o seu próprio dinheiro. O estrago, porém, já estava feito.

Também em 2013, a apresentadora de TV Melissa Bachman causou polêmica ao publicar uma foto no Twitter em que aparece com uma arma na mão ao lado de um leão morto por ela mesma na África. A imagem se propagou como viral e Melissa recebeu muitos comentários criticando sua atitude. A imagem chegou a gerar uma campanha na África do Sul, publicada no site Change.org, que pede que a apresentadora seja proibida de entrar no país.

Os erros também podem ser fatais para personalidades. Em 2011, Thomas, baterista da banda Restart, deu o que falar ao confundir a capital do Mato Grosso do Sul com a do estado de Mato Grosso. E isso depois de já ter estado na cidade. Empolgado depois do show, ele disse que tinha adorado Cuiabá e soltou:

“Mato Grosso do Sul eu te amo!”. Thomas esqueceu que Cuiabá é capital de Mato Grosso. Foi preciso voltar ao Twitter para se justificar e pedir desculpas.

Tomar decisões importantes pela internet e divulgá-las para todos sem avisar a quem realmente importa também pode ser fatal. O cantor Latino resolveu anunciar o fim de seu relacionamento pelo Facebook, em 2011.

“A partir de hoje estou literalmente SEPARADO”, escreveu. Mas, para surpresa de todos a sua então namorada, a modelo Mirella Santos, também ficou sabendo da notícia pelo post do marido. A atitude, mais uma vez, causou revolta aos fãs do casal.