rp_anti-spam_2014-04-07.jpg

Por que você deve ter um programa anti-spam no seu Android

Talvez isso já tenha acontecido com você: está jogando um game no celular, como o Angry Birds, quando, de repente, o jogo para e um anúncio aparece, bloqueando […]

Talvez isso já tenha acontecido com você: está jogando um game no celular, como o Angry Birds, quando, de repente, o jogo para e um anúncio aparece, bloqueando parte da tela. Isso é spam – mensagens não solicitadas enviadas em massa através de aplicativos, e-mails ou telefonemas. Spam é eficiente, pois pode atingir um grande público e é relativamente fácil de enviar. Mas para o destinatário, pode ser no mínimo irritante e, no máximo, caro.

Felizmente, existem precauções que você pode tomar para coibir spam, sendo a mais comum a utilização de programas que filtram spam.

Reconhecendo o spam

Os aplicativos gratuitos normalmente fazem dinheiro exibindo anúncios, um problema que você pode estar disposto a lidar. No exemplo do Angry Birds, o spam é um pouco mais do que um breve inconveniente. O anúncio pode dizer algo como, “Clique aqui para ganhar um iPad!”. Como a maioria destes tipos de spam, o cenário de pior caso resulta em você acidentalmente clicar no anúncio, que envia você para o site do anunciante. E, isso, não deveria ser um grande problema. Mas, em alguns casos, se você acidentalmente clicar no anúncio, ele vai começar a baixar um novo aplicativo – que pode ou não ser gratuito. Pior ainda são os spams furtivos que discretamente entram nas suas notificações e alertas ou anúncios que aparecem como um ícone na sua tela inicial.

Além desses, existem os tipos de spam realmente prejudiciais. Spam de mensagens de texto que não só podem infectar o seu celular, mas também utilizá-lo para continuar a enviar textos cheios de vírus para milhares de números de telefones ativos a cada dia. Uma dessas campanhas consistia do envio de uma mensagem de texto para usuários do Android, oferecendo versões gratuitas de Angry Birds Star Wars, Grand Theft Auto e outros jogos populares. Mas quando o destinatário clicava para instalar o aplicativo gratuito, o usuário na verdade fazia o download de um programa invisível conectando seu smartphone a um servidor de comando do controle de anúncios em Hong Kong. Esse servidor, em seguida, enviava a cada aparelho uma lista de 50 números de telefone, que então receberiam a mensagem de texto viral do telefone original – caro para aqueles sem planos de torpedos ilimitados.

Enquanto isso, o programa malicioso bloqueava as mensagens vindas de qualquer pessoa que não estivesse na lista de contatos do usuário. Então, quando alguém recebia seu torpedo de spam, você não recebia de volta, caso tentassem enviar, mensagem avisando: “Eu acabei de receber um texto seu de spam!”, mantendo você inconsciente do problema.

Para evitar o inconveniente, que pode custar caro, há apps, como o PSafe Suite Android, para bloquear o spam. Isso dará a você uma proteção mais inclusiva contra essas mensagens indesejadas que podem leva-lo a sites maliciosos e afetar o seu Android e bolso.