quality assurance

Profissional de QA? Cinco pontos a considerar no seu trabalho

Aqui os sinais que todo bom profissional de QA deve ter e que são decisivos na hora de procurar uma vaga ou se adaptar a um novo trabalho.

De um tempo para cá a demanda por profissionais de QA tem crescido efusivamente, muito mais porque as empresas estão entendendo que prever possíveis problemas que insatisfaça o cliente ou usuário é fundamental para o sucesso de um produto ou serviço.

É por isso que os profissionais desta área precisam ser mais que proativos para se assegurar que as coisas estão sendo feitas da melhor maneira e que o caminho escolhido é o correto. Há uns anos se publicou no site Bug Hunters os sinais que todo bom profissional de QA deve ter e que são decisivos na hora de procurar uma vaga ou se adaptar a um novo trabalho.

Veja também: O que faz um profissional de QA?

1) Ler o código, vital para o trabalho

Ao trabalhar com um time que desenvolve softwares é inerente que os testadores conheçam algo desses códigos e tecnologia de programação. Isso será muito valioso para identificar um problema e, inclusive, dar uma solução.  Não devemos esquecer que o foco principal é atender aos problemas que envolvem o processo de desenvolvimento do produto, e os códigos são parte dele.

Vale notar que esses conhecimentos são úteis para criar e manter os testes automatizados.

2) Mais que QC, deve ser QA

Aqui vale notar que os profissionais em QC (Quality Control) procuram identificar erros do produto ou serviço depois que ele foi desenvolvido, mas o pessoal de QA tenta prevenir desde o início do processo até o final qualquer bug que possa afetar o usuário e, em consequência, à empresa.  Isto ajudará também a ter uma ideia de como pode testar a aplicação.

3) Interagir e comunicar

Não é suficiente falar com o cliente, tem que se comunicar. No processo de comunicação o real sentido do feedback é quando se consegue uma resposta positiva e o bem comum tanto para o emissor como para o receptor. Neste caso, o testador é o responsável por conversar com o cliente e saber se está sendo feito o que ele realmente quer.

4) Focar e priorizar: Pragmatismo

Geralmente ao testar você consegue ter uma incidência maior de defeitos em certas partes ou funções, mas por que não priorizar isso antes que perder tempo em outras atividades ou campos que não irão contribuir para resolver essa incidência de defeitos.

O testador deve ser pragmático para colocar em prática as ideias e adequá-las com as técnicas e esforços do projeto.

5) Atualizar os conhecimentos

A pró-atividade é uma das características que deve ter o profissional de QA, por tanto, estudar e se atualizar é imprescindível para estar ligado às últimas tecnologias e linguagens de programação que o time de desenvolvimento pode adotar.

É certo que as necessidades de conhecimento de um testador vão depender muito das características do produto desenvolvido, mas qualquer que seja o caso é importante ter em consideração estes 5 pontos que fazem a diferença entre os profissionais desta área.