rp_psafe-memes-2014_2014-12-15-20-48-12.jpg

Retrospectiva: O melhor e o pior da internet em 2014

Confira a retrospectiva do PSafe Blog com os maiores acontecimentos da internet no ano de 2014.

2014 foi um ano intenso para o Brasil. Copa do mundo, eleições, rolezinhos, barracos, protestos e… memes. Para você se lembrar de como este ano foi épico, separamos o que aconteceu de melhor nas redes sociais. Será que vai bater aquela saudade?

Um dos assuntos mais comentados no primeiro mês do ano era a polêmica se ia ou não rolar o beijo gay na novela Amor à vida. Até que em um dos capítulos finais foi consumado o fato. Outro vídeo também fez bastante sucesso, desta vez ao fazer uma avalanche de críticas ao Facebook. Foi em janeiro também que os rolezinhos começaram a ser mais frequentes em São Paulo. Um vídeo sobre as rolezeiras virou símbolo do movimento.

Já em fevereiro, enquanto os blocos estavam esquentando o Lepo Lepo para o carnaval, a internet fervilhava. Charlotte Benjamin, de 7 anos,foi sucesso na rede ao enviar uma carta à Lego, questionando o motivo das personagens femininas fazerem apenas coisas sem emoção, como compras em shopping ou ficar em casa. Um vídeo que invadiu os feeds internet afora foi o de um bebê recém-nascido caindo no berreiro ao ser retirado do colo da mãe. Mas foi Rachel Sherazade a campeã. A jornalista do SBT criou polêmica ao emitir uma opinião que apontava como legítima defesa quando jovens da zona sul do Rio acorrentaram um assaltante.

Se você acha que suas selfies estão bombando é porque não viu essa do Oscar. A apresentadora Ellen DeGeneres reuniu a nata de Hollywood em uma única foto e alcançou três milhões de retweets, chegando até mesmo a baleiar a rede. Aqui no Brasil, Anitta, a eterna rainha do ‘Prepara(!)’, foi assunto quando resolveu fazer uma plástica no nariz. A internet, como sempre, não perdoou. Enquanto isso, no The Voice italiano, uma freira chamava a atenção por sua timidez e voz potente.

Abril começou com o pé na orelha. Após atirarem bananas em Daniel Alves, a hashtag #somostodosmacacos ganhou força nas redes sociais, graças a um certo ex-menino da vila.

Imaginem você estar em um voo e começarem a cantar o tema do Rei Leão? Prestem atenção na cara de paisagem dos outros passageiros. O cantor Criolo também teve destaque. Alguém consegue decifrar a mente dele?

Agora um vídeo não indicado para quem tem coração de manteiga. Qual seria a sua reação ao descobrir que terá um netinho pela primeira vez? :')

Ninguém sabe ao certo como começou, mas a verdade é que de uma hora para outra todo mundo começou a confirmar presença e compartilhar. Aqui no PSafe Blog fizemos questão de reunir os melhores eventos.

Se o Brasil não foi campeão da Copa do Mundo, na internet os brasileiros ganharam de goleada. Somos 'zoeiros' por natureza e em um dos eventos mais esperados não podia ser diferente, os memes explodiram na interwebs. Nem o vexame da seleção passou despercebido. O #7×1 ficou marcado para sempre.

Acabada a Copa do Mundo as redes sociais se voltaram para as eleições no Brasil. E os maiores propulsores das postagens foram os debates na TV.

Mas também outros assuntos mobilizaram as redes, como a morte de Robin Williams. A homenagem simples e emocionante da Academia foi compartilhada milhares de vezes. A hashtag #100happydays também invadiu o feed com a proposta de fazer com que as pessoas criem momentos de felicidade durante 100 dias ininterruptos. Também não podemos esquecer da repercussão do clipe da música Anaconda, de Nick Minaj. 

Em plena campanha eleitoral é claro que os memes não pararam. Outro assunto que bombou foi a demissão ao vivo de uma jornalista nos EUA. O motivo: ela largou o cargo para se dedicar à liberação da maconha no Alasca.

A chegada do ELLO, rede social livre de publicidade, também causou bastante repercussão. E quem não se lembra das pegadinhas do palhaço assassino?

O mês da festa da democracia foi a hora de exercer o direito de cidadão, mas também reaver aquela amizade que foi desfeita por causa da política. O Tumblr Coxinha S2 Petralha fez bastante sucesso ao promover o amor entre amigos com ideias divergentes. Até o Lobão viu que ser radical em excesso não serve para nada e desistiu de se mudar para Miami. A bola fora das eleições nas redes sociais foram os comentários ofensivos contra os nordestinos. Nada a ver.

Quem diria que uma pequena atualização em um aplicativo de mensagens ia repercutir tanto. Bastou o WhatsApp avisar que as mensagens foram lidas para vir uma enxurrada de comentários e memes na internet.

Já no final de Novembro, a Black Friday brasileira agitou a internet, impulsionou memes e comprometeu muito cartão de crédito por aí. Mas no mesmo dia perdemos o gênio do humor Roberto Bolanõs, a internet entrou de luto e hackers aproveitaram a repercussão da morte para espalhar um vírus. Já na  semana seguinte, o rapper coreano Psy quebrou o Youtube com mais um recorde no vídeo do seu hit “Gangam Style”.

E o que falar das celebridades. Será que esse foi o ano dos micos nas redes sociais?