Vírus no Android: 6 coisas que você precisa saber agora

Você sabia que hackers preferem disseminar vírus no Android? Descubra como se livrar de uma contaminação e se proteger de uma vez desses ataques

Os smartphones já se consagraram como parte da vida do brasileiro. Atualmente, são 198 milhões de aparelhos, de acordo com a Fundação Getúlio Vargas, para os 208 milhões de habitantes no país – ou seja, quase 1 aparelho por habitante. Usados no dia a dia por boa parte dessas pessoas, os smartphones carregam informações privadas e dados importantes, como número do cartão de crédito, senhas, contatos e endereços.

A maioria – cerca de 93%, segundo a empresa de análise de dados Katar – desses aparelhos, contudo, tem o sistema operacional Android. E é claro que os criminosos veem neste segmento mais oportunidades de atacar, justamente porque é onde está o maior número de usuários. Para se ter ideia, o aplicativo de segurança DFNDR Security bloqueia, em média, 1 milhão de tentativas de ataques a celulares Android por dia.

Os números são altos, no entanto, ainda existe muita desinformação sobre como esses ataques funcionam e, sobretudo, sobre como se proteger deles. Por isso, reunimos informações fundamentais indicadas pelo time de especialistas do DFNDR Lab, laboratório de segurança digital, sobre vírus no celular. Confira a seguir.

1. De que forma alguém pega um vírus no celular

O celular pode ser atacado quando o usuário baixa um aplicativo infectado. Naturalmente, o usuário pensa que está adquirindo um programa oficial, mas, na verdade, se trata de um vírus. Daí a importância de fazer o download de aplicativos apenas a partir de lojas oficiais, por exemplo, a Google Play. “Antes de baixar algum app, confira também os comentários. E, se houver depoimentos controversos, faça uma pesquisa no Google para se certificar de que é um app seguro”, recomenda Emilio Simoni, diretor do DFNDR Lab.

Outro forma de ataque é através de links maliciosos e arquivos infectados recebidos por meio de mensagens em aplicativos, redes sociais, SMS e e-mail. Por isso, atenção mesmo que o link tenha sido compartilhado por alguém conhecido. (veja mais abaixo como identificar que seu celular foi infectado).

2. O que os vírus podem fazer no aparelho

Por definição, os vírus são um tipo de malware que se instala dentro de um programa ou software executável. Uma vez no celular, podem causar diversos problemas, como tornar o sistema lento, danificar e modificar arquivos; podem ainda enviar mensagens, fazer compras, entre outras coisas, usando a identidade do usuário.

3. Como descobrir se um link é vírus antes de clicar

Geralmente, os links divulgam promoções, chamadas sensacionalistas ou notícias falsas usando nome de pessoas famosas, ou são enviados em mensagens de bancos que você não tem conta, . Mas existe um jeito seguro e eficiente de tirar a prova.

O DFNDR Lab conta com uma ferramenta para identificar se um link é falso ou se contém algum vírus. “Ao menor sinal de dúvida, o usuário pode conferir o link no site. A ferramenta é grátis e pode ser usada por qualquer pessoa, quantas vezes for necessário”, explica Simoni. Para usar, basta copiar o link suspeito, colar no campo indicado no site do DFNDR Lab; e o resultado é indicado logo em seguida.

Tenha em mente que mesmo que você conheça quem enviou a mensagem com o link, isso não significa que ela é segura, porque provavelmente seu amigo não sabe que se trata de um link infectado. E esses endereços podem te levar a sites falsos, com conteúdos duvidosos, que geram spam e induzem a instalação do vírus.

4. Como identificar que seu celular foi infectado

Alguns sinais de que um malware foi instalado no seu aparelho são:

  • lentidão,
  • consumo de bateria maior do que o normal,
  • celular desligando sozinho,
  • aplicativos que fecham do nada,
  • notificações de publicidade em excesso,
  • crédito acabando rápido ou conta do celular mais cara,
  • movimentos estranhos nas suas redes sociais (como curtidas,
  • postagens e compartilhamentos que você não fez),
  • aplicativos que você não lembra de ter instalado,
  • apps pedindo registro dos seus dados constantemente.

5. O que fazer para eliminar o vírus no Android

Se você identificou alguma situação estranha com seu aparelho – como as mencionadas acima -, não se desespere! Há uma solução simples para resolver: instale um antivírus no celular. Mesmo que o vírus já tenha infectado o seu aparelho, esses apps de segurança são capazes de identificar e remover a ameaça imediatamente.

6. Como ficar protegido contra ataques

Se você mantiver o antivírus no seu celular, ele continuará protegendo seu telefone de possíveis ataques. Escolha um antivírus de alto nível de eficácia que seja capaz de bloquear as ameaças em tempo real, como o DFNDR Security – único app de segurança com proteção contra ataques também no WhatsApp e Facebook – faz verificações automáticas sempre que um app é baixado, executa varreduras completas em todo o sistema do Android e envia alertas de segurança sempre que o usuário acessa um site falso ou recebe um link infectado.