rp_facebook-money-publicidade_2014-06-17.jpg

Incomodado com a publicidade direcionada do Facebook?

É comum acessar o Facebook e ver anúncios direcionados ao nosso perfil. Saiba como impedir que a rede social utilize essas informações.

 

Facebook lucra com publicidade segmentada

O Facebook anunciou que começará a usar informações de aplicativos e sites que o usuário visita para realizar uma análise de perfil e possibilitar a exibição anúncios de empresas mais direcionados para cada pessoa. Desta forma, caso o usuário faça uma busca a respeito de um produto, a rede social vai detectar que ele é um possível consumidor daquele produto. Ele já usa os temas que o usuário mais comenta dentro da rede para personalizar os anúncios.

Este tipo de prática se tornou comum na internet, mas costuma gerar muita controvérsia entre os usuários, que sentem sua privacidade invadida. O Google foi a primeira empresa a utilizar algoritmos rastreadores. Porém, existem formas de driblar a espionagem do Facebook e evitar que seus hábitos na internet sejam utilizados comercialmente.

Em primeiro lugar, é preciso acessar o site Digital Advertising Alliance e selecionar a opção “Empresas personalizando anúncio para o seu navegador”. Caso o usuário esteja utilizando o AdBlocker Plus ou outro tipo de serviço que desabilita cookies, é necessário desativá-lo para o site funcionar. Em seguida, o navegador utilizado será analisado. Depois, será exibida uma lista de empresas que espionam a navegação do usuário.  Nesta lista, basta selecionar a opção Facebook e, em seguida, clicar em “Submit your choices”.

Em dispositivos móveis, também é possível fazer a restrição. No Android, basta ir em “Config. Google”, depois em “Anúncios” e em seguida em “Desativar anúncios c/ base em interesses”. Já no iOS, o usuário deve entrar em “Ajustes”, em seguida “Geral”, depois “Restrições” e seguir para o menu “Publicidade”, acionando “Limitar Publicidade Rastreada”. O Facebook não usa informações do Windows Phone.