Samsung desenvolve tecnologia que aumentará a duração da bateria dos smartphones

Projeto ainda não tem previsão de lançamento para os consumidores, mas promete solucionar o problema de bateria de quase 100% dos usuários.

Donos de smartphones Android, IOS ou Windows Phone discordam em muitas coisas, mas uma reclamação é unanimidade entre todas as plataformas: a duração da bateria. Independente da fabricante, os donos de smartphones reclamam da pouca duração das baterias. Mas, a Samsung, em parceria com o Instituto Tecnológico de Massachusetts(MIT), nos Estados Unidos, promete acabar com este problema. Os dois estão desenvolvendo uma bateria com duração muito mais prolongada.

Veja também: Tecnologia pode aumentar em 40% a duração da bateria de smartphones

Mas afinal, como isso será feito? A tecnologia vai reduzir o desgaste sofrido pelas baterias com o passar do tempo (e do uso). Atualmente, a bateria é composta de liquido de lítio, que armazena a carga total do aparelho. Ao liberar eletricidade pelos movimentos dos íons, a carga fica ‘carregada’. Com o passar dos meses, as células com o liquido sofrem desgaste e a ‘carga’ do celular já não fica tão mais completa.

O projeto da Samsung e do MIT substituirá o ‘liquido’ por um material sólido. Esta substituição diminuirá o desgaste da bateria, prologando a vida útil desta ‘carga’ em muitos anos. A bateria teria a mesma capacidade de carga após anos de uso.

Além da duração, a substituição do material  líquido para o sólido aumentará a segurança dos usuários, já que evitará um possível vazamento de composto explosivo da bateria (liquido).

O estudo ainda mostra que a nova bateria tornará os problemas de superaquecimento pequenos, já que o material usado (sólido) é menos suscetível a temperatura. Ainda não há data para a bateria chegar ao mercado dos Estados Unidos.