rp_whatsapp_virus_2014-03-21.jpg

Segurança do Whatsapp ainda gera desconfiança

  A capacidade de o Whatsapp garantir privacidade às conversas trocadas pelo aplicativo, motivo de outro post aqui do blog, volta a ser questionada na Internet após o […]

 

A capacidade de o Whatsapp garantir privacidade às conversas trocadas pelo aplicativo, motivo de outro post aqui do blog, volta a ser questionada na Internet após o hacker Nadim Kobeissi revelar ter descoberto chave mestra capaz de decifrar o conteúdo das mensagens.

A razão do problema estaria no fato de a empresa utilizar código único para criptografar e proteger as mensagens trocadas através do APP, como fazia seu concorrente Snapchat. A informação não foi confirmada pelo Whatsapp, que credita o vazamento de conteúdo a infecção do dispositivo por vírus. Mas Kobeissi não é um ilustre desconhecido, ele é o hacker idealizador do CryptoCat, serviço de chat criptografado que ganhou notoriedade após os escândalos de espionagem da NSA, fazendo com que muitos internautas lancem dúvidas sobre as explicações dadas pelo mensageiro.

Segundo Kobeissi, qualquer hacker mal intencionado, com acesso ao cartão SD autorizado pelo usuário no momento da instalação de um APP espião, por exemplo, seria capaz de abrir e desencriptar os arquivos do banco de dados, extensão “db”, e lê-los sem grandes problemas.

Especialistas recomendam cautela no uso do aplicativo, evitando a plataforma para a troca de informações confidenciais, e a instalação de um pacote adicional de segurança digital, como o PSafe Suite Android, para proteger smartphones, evitando que sejam atacados por malwares.