rp_smartphone-calor_2014-04-04.jpg

Seis dicas para proteger seu aparelho móvel do superaquecimento

O último verão foi de muito calor em todo o país e cidades como o Rio de Janeiro e São Paulo bateram recordes de temperatura. Além de prejudicar […]

Smartphone em praia

O último verão foi de muito calor em todo o país e cidades como o Rio de Janeiro e São Paulo bateram recordes de temperatura. Além de prejudicar os seres vivos, o calor excessivo é capaz de danificar o seu smartphone e tablet.  Esquecer o aparelho embaixo do sol, dentro de um carro fechado, na mochila ou até mesmo no bolso pode trazer sérios estragos.

Expor um device ao sol por mais de uma hora pode ocasionar em defeito na bateria do aparelho.  Sem contar que alguns smartphones aquecem por conta de defeitos, bugs, por alguma outra derivação do sistema ou do processo de carga. Para proteção do dispositivo, alguns modelos de celular desligam ao atingir certa temperatura. A Apple, por exemplo, apresenta a tela abaixo quando o iPhone registra temperatura interna acima de  35ºC. A tela exibida pelo aparelho orienta que o usuário posicione o mesmo em um local arejado para melhorar seu resfriamento.

Como posso proteger meu smartphone do calor?

Não exponha no sol por longos períodos

Expor o seu aparelho diretamente ao sol afeta a temperatura interna do mesmo e afeta dispositivos como a placa-mãe, bateria e a tela.  Por isso, busque manter seu celular em um local com sombra e utilize capinhas de acrílico para não expor a carcaça diretamente à superfície.

Desligue os aplicativos que não estiver utilizando

Isso faz com o que o processador trabalhe menos e consuma pouca energia. Aproveite para desativar funções como Wi-Fi, Bluetooth, GPS e outros.  

Instale um aplicativo para monitorar o uso do aparelho

Um aplicativo capaz de otimizar a memória do seu celular e uso dos dados é capaz de ajudar a manter a temperatura no ponto ideal. O Psafe Suite Android além de oferecer essas opções é capaz de proteger dados do seu aparelho e localizar o mesmo em caso de furtos.

Não deixe por longos períodos no bolso

Dentro de um bolso, o smartphone não recebe só temperatura do meio-ambiente e incidência do sol, recebe também, o calor do seu corpo e até suor, em alguns casos.  

Não exponha o aparelho a longas cargas em dias quentes

Deixar o aparelho recarregando além do período ideal, ajuda a aumentar a temperatura interna, que associado ao calor, pode reduzir o tempo de vida da sua bateria, bem como, a durabilidade das cargas.

Evite levar o celular à praia

A praia é um ambiente inóspito para o seu aparelho. Uma simples rachadura, por menor que seja, é uma brecha para que água, maresia ou areia possam entrar em contato com o circuito interno do seu aparelho. Se a tentação de ficar algumas horas do dia sem telefone, fotos e redes sociais for uma tentação, procure manter seu celular em um compartimento protegido contra os perigos da praia.