sequestro-computador-cryptolocker-nova-ameaca

Sequestro de computador: CryptoLocker é a nova ameaça

O PSafe Total já detecta e elimina automaticamente o CryptoLocker do seu computador

Ter um antivirus é fundamental para proteger seu computador de sequestro

Mais uma ameaça que sequestra computadores está rodando nos computadores que usam o sistema operacional Windows. O nome dado ao ransonware é CryptoLocker. A ameaça é tão nova que os antivírus ainda estão se adequando para conseguir detectá-la e removê-la. O PSafe Total já detecta e elimina automaticamente o CryptoLocker.

O que é

Para não ter o seu computador infectado com o Zeus, o mais indicado é evitar abrir qualquer e-mail que tenha sido supostamente enviado por um banco. Se você receber alguma comunicação da instituição financeira que utiliza, ligue para a central de atendimento ou acesse o seu internet banking antes de clicar no e-mail. Isso é mais seguro.

Mas não é somente isso que pode ser feito para evitar o ataque do Zeus. É indicado que você mantenha o firewall do computador ativado e o PSafe Total instalado, para que qualquer ameaça seja detectada e removida automaticamente.

Mantenha o seu sistema operacional e os plugins do computador sempre atualizados. Ao acessar o internet banking, confira se a página é criptografada, ou seja, se tem o cadeado de segurança na barra de endereços e se está escrito https://.

Ao receber qualquer e-mail de cadastramento ou informando sobre alguma dívida, não abra e procure se informar melhor. Pode ser um golpe. Por fim, mantenha controle sobre a sua conta. Saiba de toda a movimentação financeira e se informe sobre qualquer detalhe que pareça ser uma irregularidade.

Como a infecção ocorre

A maneira pelo qual o CryptoLocker infecta o computador é a mesma de sempre. O internauta recebe um e-mail com um link falso. O usuário que não perceber que o e-mail é falso e não seguir as dicas de segurança da PSafe vai clicar no link e infectar o PC. Depois disso, já se perde todos os dados, inclusive os backups que estiverem salvos em discos conectados à rede. Assim, o melhor é manter cópias dos arquivos em serviços em nuvem, como o PSafe LockBox.

O PSafe Antivirus já combate esta ameaça. Mesmo assim, a melhor maneira de se prevenir é não clicar em links suspeitos.