sms-pago

Golpe do SMS pago é o terceiro mais detectado entre julho e setembro de 2017

Ele representa 9,5% do total de links maliciosos detectados pelo DFNDR Lab no período. Veja como identificar e se proteger do golpe do SMS pago.

O DFNDR Lab, laboratório especializado em segurança digital, detectou mais de 6 milhões de golpes do SMS pago entre o mês de julho e setembro deste ano. Esse número é 24,6% menor do que o registrado no período anterior – 8,29 milhões – mas esse tipo de ciberataque ainda preocupa.

O golpe do SMS pago ficou em terceiro lugar no número total de detecções do terceiro trimestre de 2017, correspondendo a 9,5% dos ataques identificados. Ele perde apenas para publicidade enganosa e phishing via app de mensagem.

Segundo os especialistas do DFNDR Lab, ataques através de links maliciosos já são 12 vezes mais usados do que malwares. “Isso acontece porque os ataques via aplicativo de mensagem, como WhatsApp, Messenger e SMS tem maior potencial de viralizar e de ser compartilhado para milhares de pessoas. Por isso, o número de vítimas acaba sendo muito maior”, afirma Emilio Simoni, Diretor do DFNDR Lab.

Leia mais: Trimestre registra aumento de 930% em phishing via aplicativo de mensagem

sms-pago

Como identificar o golpe do SMS pago

Esse tipo de link malicioso ocorre, geralmente, ao final de outros golpes, principalmente de WhatsApp. A vítima é induzida a fornecer seu número de celular em uma página de cadastro com a promessa de receber serviços como informações de horóscopo, dicas de jogos, entre outros. O problema é que esses cadastros geram cobranças indevidas e abusivas nos créditos ou conta de telefone da vítima, já que a informação de que o serviço é tarifado fica quase sempre escondida. O cadastro pode ocorrer de forma automática a qualquer pessoa que acessar o link.

Em outros casos, a vítima pode receber o falso link diretamente por SMS, sem que ela tenha acessado qualquer golpe anteriormente. Hackers e criminosos que criam esses ataques ganham um tipo de “comissão” por cada nova assinatura de SMS. “É extremamente importante que os usuários leiam as entrelinhas e condições de cada serviço de SMS pago que queria assinar para evitar prejuízos futuros”, completa Simoni.

sms-pago
Exemplo de golpe do SMS pago

Veja como se proteger

Existem algumas dicas simples para seguir que evitam que você caia em fraudes:

  • Fique atento às ofertas e promoções que chegam através de links por mensagens. Sempre desconfie de promessas absurdas de serviços;
  • Tenha um antivírus instalado no celular com função anti-phishing. O DFNDR Security, por exemplo, é o único aplicativo de segurança que oferece proteção em tempo real contra ataques dentro do WhatsApp, SMS e Messenger. Ele avisa na hora se um link é malicioso antes mesmo de você tocar e o serviço é totalmente de graça. Clique aqui para baixar!
  • Além disso, você pode consultar a qualquer momento um link para saber se ele é seguro no site do DFNDR Lab. O resultado sai em poucos segundos e o serviço também é totalmente gratuito.

Você pode se interessar também: Confira 5 promoções que na verdade são golpes no WhatsApp

IMPORTANTE!

Caiu no golpe do SMS pago? Fique calmo! O especialistas de segurança do DFNDR Lab recomendam que você ligue para sua operadora e solicite o cancelamento de qualquer tipo de assinatura cadastrada no seu telefone. Outra dica é passar um antivírus no celular para verificar se não há nenhum outro tipo de ameaça instalada no seu aparelho.