rp_Tecnologias-2015_2015-01-12-19-32-34.jpg

Tecnologias que podem (ou não) bombar em 2015

Conheça algumas novidades - outras nem tanto assim - que podem ganhar fama este ano.

2015 é um ano chave para o mercado de tecnologia, onde algumas tendências podem realmente se firmar ou cair no esquecimento do público. Conheça algumas novidades – outras nem tanto assim – que podem ganhar fama este ano.

Impressão 3D

A grande sacada das impressoras 3D é a criação de produtos dos mais variados tipos, com o mínimo de recurso possível. De próteses médicas a órgãos, brinquedos e até mesmo armas. A impressão 3D pode impactar diversas indústrias. A consultoria Gartner prevê que a demanda por produtos fabricados com a técnica cresça 98% em 2015.

Internet das Coisas

Conectar sua casa na internet pode parecer meio futurístico, mas a medida que os anos passam a tecnologia está deixando de ser um mero conceito para virar realidade. Algumas empresas, como Intel, IBM, Cisco, Samsung já trabalham há algum tempo para que a Internet das Coisas caia no gosto do público. Porém algumas questões devem entrar em conflito este ano, como os diferentes tipos de padrão de conectividade e a segurança em torno das tecnologias.

Drones

Antes exclusivo para uso militar, os drones estão cada vez mais se popularizando. Hoje é muito comum encontrar os mais variados modelos à venda na internet. Porém, existem muitas questões que podem impedir a sua massificação. A principal está relacionada à regulamentação. Em 2014, uma pizzaria brasileira fez uma entrega utilizando um drone e recebeu notificação da ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil). Empresas do mundo inteiro, que fazem testes com drones, enfrentam o mesmo problema.

Realidade aumentada

Outra tecnologia que já se escuta falar há um bom tempo, mas que ainda não deslanchou de vez é a realidade aumentada. Porém, 2015 tem tudo para ser o ano de popularização do recurso impulsionado pelo mercado de games. O Oculus Rift, comprado pelo Facebook, deve passar de 200 mil unidades vendidas em 2014, para mais de cinco milhões em 2015. Empresas como Samsung e Sony também estão correndo por fora.

Carros conectados

Cada vez mais as montadoras estão apostando em carros conectados para atrair clientes. Um exemplo disso é o espaço dedicado aos carros na CES, uma das principais feiras de tecnologia do mundo. Em cinco anos o tamanho dobrou, ultrapassando a marca de 15 mil metros quadrados. Grandes empresas do mundo tech também estão apostando no segmento. A Apple, com o Carplay, o Google, com o Android Auto, além de Nvidia e Intel, com a fabricação de processadores específicos para os veículos. De acordo com a IHS, a expectativa é que até 2020 estejam nas ruas mais de 150 milhões de carros conectados.

Tela Curva

Apresentando há alguns anos como uma das grandes revoluções do mercado, as telas curvas ainda não se popularizaram. Apesar do esforço das empresas como a Samsung e LG com o lançamento de smartphones e TVs com a tecnologia, a real funcionalidade de um dispositivo com tela curva ainda não foi explorado. Será que 2015 será o ano? Isso só o tempo irá dizer.