rp_Apple_WWDC-5-IOS8_2014-06-03.jpg

Tim Cook critica o sistema operacional do Google durante a WWDC

Além de falar sobre as novidades da Apple, Tim Cook, aproveita a conferência WWDC para criticar o sistema operacional Android.

A WWDC aconteceu ontem em São Francisco. Por cerca de duas horas o mundo da tecnologia voltou suas atenções à Tim Cook que apresentou os últimos resultados da maçã, além dos lançamentos do OS X 10.10 Yosemite, do iOS 8 e da nova linguagem de programação da empresa, o Swift. Durante a ‘prestação de contas’ do último semestre da companhia o CEO da Apple aproveitou para direcionar críticas contra o sistema do Google, o Android, e fabricantes que utilizam o mesmo.

De acordo com Cook a empresa já vendeu, ao todo, 800 milhões de dispositivos móveis. Número expressivo e que a empresa  fez questão de detalhar. Foram 100 milhões de iPods Touch, 200 milhões de iPads e cerca de 500 milhões de iPhones, o grande astro dessa nova era da Apple e que moldou o mercado.

No último ano, a empresa ganhou 130 milhões de novos usuários, cujo “maioria migrou do Android após ter uma experiência ruim com o sistema e outros fabricantes” (uma afirmação do CEO que não apresentou estatísticas para provar esse ponto).  Tim aproveitou para dizer que o sistema mais recente da companhia, o iOS 7, lançando em setembro passado, está presente em mais de 97% dos iGadgets, enquanto a mais recente do Android só está em 9% dos devices atendidos pelo sistema.

Durante a apresentação, Tim aproveitou para destacar a superioridade da App Store, que conta com 1,2 milhões de aplicativos desde que foi fundada, totalizando 75 bilhões de downloads. Vale lembrar no entanto, que o número de downloads deve ser ultrapassado em breve pelo Android, uma vez que o número apps baixados por mês no sistema do robô atinge 2,5 bilhões ao mês, contra 2 bilhões na App Store.

A guerra entre os sistemas parece não ter fim e no final, quem leva a vantagem é o usuário.