rp_chromebook_2014-07-18.jpg

Tudo que você precisa saber sobre os Chromebooks

Conheça as vantagens e desvantagens e tudo que você precisa saber sobre o Chromebook, o notebook da Google, a inovação em computadores portáteis.

O Chromebook, novos notebooks com o sistema operacional Chrome, chegam ao mercado representando uma categoria de inovação em computador portátil.

São feitos sob medida para rodar exclusivamente o Chrome OS, sistema operacional desenvolvido pela Google. Eles não rodam Windows, não têm HD nem “aplicativos” no sentido tradicional da palavra. Seus programas são sites na internet (como GMail, Picnik, Google Docs e muitos outros) e os arquivos ficam armazenados na nuvem, em serviços como o Dropbox, o próprio Google Docs ou similares.

Separamos informações sobre o Chromebook que você precisa saber, caso esteja planejando investir na novidade.

Mais populares que Apple

O Chromebook custa menos por não ter componentes obrigatórios dos computadores tradicionais, como HD. Pela simplicidade e facilidade de utilização, é o preferido das massas nos EUA. Não é preciso estar conectado à internet para utilizá-lo.

Apesar de ter em sua maior parte funções de hardware substituídas por plataformas online, o Chromebook permite que o usuário utilize a máquina offline por quanto tempo quiser, fazendo a sincronização somente quando estiver conectado, sem risco de perda de dados.

Pode utilizar o Windows

A partir de uma parceria entre Google e VMware, o sistema permite rodar a partir de um aplicativo de custo elevado o Windows. “VMware Horizon View 5.3” é o que você precisa ter em seu Chromebook.

Modelos mais lentos do que outros

Apesar de o sistema operacional proporcionar uma velocidade de processamento de informações relativamente boa, o aparelho possui o processador Intel x86. Dessa forma, apresenta-se mais veloz do que os demais modelos.

Plano B

Embora o armazenamento em nuvem seja um grande trunfo, o Chromebook não deposita todas as fichas nesta opção. É disponibilizada aos usuários a chance de armazenamento em cartões de memória e USB. E ainda há a possibilidade de um software ler e editar documentos do Office sem estar conectado à rede.

Google Drive limitado

O armazenamento na ferramenta Google Drive é limitado a 100GB gratuitos durante dois anos. Após o período, é cobrada uma taxa mensal de US$ 2. Se o usuário se recusar, não vai mais inserir arquivos. Mas poderá visualizar aqueles que incluiu na ferramenta anteriormente.

Suporte telefônico gratuito

Apesar de, rotineiramente, a Google indicar suas páginas para resolução de problemas com produtos, existe uma forma de solução mais simples: por telefone. Ao ligar para 855-836-3987, nos Estados Unidos (ainda não disponível no Brasil), o usuário pode falar com um técnico que vai ajudá-lo também em questões para Google Play, Android e Chromecast.

Velhos periféricos

O Chromebook não possui drivers para a maior parte de seus dispositivos adicionais. Se você quiser, por exemplo, utilizar a impressora deverá configurar o “Google Cloud Print”. Talvez mouse e teclado sejam os únicos periféricos que se conectem automaticamente.

Autonomia

A bateria do Cr 48, segundo a Google, tem autonomia de oito horas, muito superior à dos notebooks mais vendidos do mercado.

Economia

Por aliar facilidade e praticidade, o Chromebook se tornou muito popular nas áreas com problemas de economia.