rp_peixes_2014-11-19.jpg

Um relato sobre a rica e estranha culinária da China

O resultado desta empreitada e o dia a dia do executivo na Ásia, você lê aqui no Blog, todas as segundas e quartas-feiras, às 19h.

Ir ao supermercado na China é uma experiência muito interessante. Apesar de já se encontrar muitos produtos americanizados, como salgadinhos, biscoitos e bebidas, setores dominados por Elma Chips, Coca-Cola e outros gigantes dos Estados Unidos, os chineses têm muitos produtos próprios, algumas vezes bem estranhos.

Peixes realmente frescos, e tartarugas

A parte de peixaria foi uma das que mais me surpreendeu. Ao contrário do Brasil, onde você escolhe peixes cadáveres, na China você escolhe o bicho ainda vivo, em aquários, e o peixeiro mata o animal para você ali, na hora, mesmo dentro de supermercados. O peixe é realmente fresco. Mas tem algumas coisas bizarras, como a venda de tartarugas vivas, nadando, também mortas na hora, é algo que pode chocar o visitante, a não ser que ele venha de regiões amazônicas, não é?

Uma dieta alimentar variada

Existe uma farta oferta de animais que você não encontra com facilidade no Brasil, com rãs e crustáceos desconhecidos. E muitos alimentos apimentados, como amendoins e sementes, bem condimentados, vendidos a granel, típicos de Taiwan.

O segmento de snacks é bem interessante: pedacinhos de bambu, algas ressacadas, tofu, cogumelos, são comidas que as crianças saboreiam nos intervalos escolares e fazem parte da dieta dos adultos. Então, se você vier à China, pode ser que seu lanche da tarde seja entre dedos de pato ou frango.

Com ou sem unha?

A carne suína é uma paixão nacional

Os chineses são loucos por porco. Os suínos dominam 90% do mercado de carnes no país. E uma questão que é impensável para o Brasil: as carnes que aí chamamos de terceira, por terem muita gordura, aqui são mais caras, já que a carne gordurosa é considerada de maior sabor. E eles comercializam em pacotes todas as partes do animal que você possa imaginar, como patas, costelas, coração, restos e mais restos, e mais restos, ou seja, tudo.

A diversidade dos ovos impressiona

A oferta de ovos é bastante rica. Pato, galinha e de muitos outros animais, incluindo os famosos e exóticos ovos envelhecidos, “podres”, que são pretos por dentro.

Preços baixos e atrativos

Uma experiência gastronômica rica, com preços atrativos (uma lata de Coca-Cola sai a R$ 0,50) e milhares de tipos de chás e sucos que fazem da China um destino obrigatório aos curiosos de “Estômago”.

A berinjela é redonda, coração de boi é bem popular e o pepino é enorme.

Até ratos eles comem

Você já ouviu falar sobre chineses comerem cachorros e escorpiões, mas o link a seguir é do comércio de ratos “vivos”, mas nem tanto. Então, caso tenha restrição ao sacrifício de animais e/ou estômago fraco, por favor, não assista.

 

Sobhan Daliry

Meio paraibano meio iraniano. Fala Persa, Inglês, Português e Espanhol, mas terá que se virar no Mandarin, em Beijing. Diretor de Produto e empreendedor. Foi enviado para o outro lado do mundo com o desafio de montar o primeiro escritório da PSafe outside BraZil. O resultado desta empreitada e o dia a dia do executivo na Ásia, você lê aqui no Blog, todas as segundas e quartas-feiras, às 19h.