rp_rio-antigo_2014-09-08.jpg

Uma viagem no tempo por Rio de Janeiro e São Paulo

Conheça a história das duas principais cidades do Brasil em acervos de fotos antigas na internet

Conheça a história das duas principais cidades do Brasil em acervos de fotos antigas na internet

Quem nunca teve vontade de saber como era, em décadas passadas, o lugar onde vive? Atualmente, as fotos aliadas à internet têm o poder de nos levar para anos antigos, mostrando como eram nossos locais preferidos. Diversos sites já fazem essa coleção histórica de fotos, que se unem a relatos históricos de ruas, bairros, praças, estações e muito mais. Até o Google já embarcou na ideia e promoveu uma “viagem no tempo”.

Estado de São Paulo tem galerias online de fotos

Fotos de São Paulo antigas

Quem mora no Estado de São Paulo e quer descobrir como seus municípios e a capital foram evoluindo, pode conferir o grande acervo do Geoportal, que lançou o projeto “Memória Paulista”, onde os próprios moradores compartilham suas imagens.

A iniciativa foi desenvolvida pela Multispectral Mapas Digitais, empresa que produz mapas digitais para busca de endereços e rotas em todo o Brasil. O objetivo é a construção coletiva de um álbum virtual, com imagens antigas do acervo pessoal da população, tiradas de ruas, casas, praças e outros espaços, hoje totalmente transformados ou que nem existem mais.

Além da capital, Diadema, Guarulhos, Osasco, Mauá, Ribeirão Pires, Santo André, São Bernardo, São Caetano e Taboão da Serra são algumas cidades que já possuem um bom número de fotos antigas no site.

Já o UOL e a Folha de S. Paulo disponibilizam na internet o “Almanaque Photographias”, que também destaca imagens antigas da capital do estado. O almanaque ainda conta histórias de ruas e bairros.

As fotos selecionadas fazem parte do acervo do Banco de Dados, centro de documentação do jornal paulista. A maioria das imagens é das décadas de 50 e 60, e “tentam recuperar a atmosfera urbana de uma cidade conhecida como ‘idade da garoa’, seus habitantes, sua arquitetura, transportes e o comércio local”.

O “São Paulo Antiga” também conta a história da maior cidade brasileira por meio de fotos. O site foi desenvolvido após uma análise de que o município de São Paulo vem sofrendo constantes transformações e pouca preservação.

Segundo os criadores, o objetivo do trabalho é arquivar o que está acontecendo com a cidade através da união de jornalismo, história, arquitetura e fotografia, registrando os acontecimentos.

Um dos destaques do site é a galeria com curiosidades e a possibilidade de descobrir a história de um imóvel em especial, como o Palacete Riachuelo ou a Estação de Cubatão.

No “Cia. City”, a trajetória de São Paulo é contada em pequenos capítulos, e há páginas com a história de alguns dos bairros e dos projetos urbanísticos. A parte “Megalópolis” explica como a geografia interferiu positivamente na expansão da cidade.

Beleza e história do Rio disponíveis em galerias online

O Rio de Janeiro é outro estado privilegiado com fotos antigas na internet. Alguns sites e páginas no Facebook se dedicam a mostrar como era a capital, principalmente, e como ela se transformou ao longo dos anos. O Alma Carioca é um deles. O site possui um bom acervo, dividido por seções.

No site da Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos é possível ver os monumentos da cidade. O portal traz informações, em português e em inglês, sobre a história de 383 obras. Também já está disponível o aplicativo do site para celulares, com plataforma Android.

A busca na página pode ser feita pelo nome do bairro ou do monumento. Segundo a Secretaria, até fevereiro de 2015, 717 acervos ainda não cadastrados serão atualizados no site.

Já o site do Museu Histórico Nacional mergulha fundo no Rio por meio de suas fotos antigas. A galeria “Rio Antigo” mostra a coleção de fotografias de Juan Gutierrez, dividida em duas séries. Elas mostram, entre outras curiosidades, diversos bairros e panoramas do Rio de Janeiro, revelando uma cidade que em breve sofreria profundas modificações.

O site “Circuito Light Rio Antigo”, por sua vez, além de divulgar o evento de mesmo nome, conta a história do Centro e do trajeto feito na corrida. Lá, é possível descobrir um pouco de cada parte por onde os atletas passam, como a etapa do Paço Imperial.

Outra boa opção para conhecer o Rio é o acervo digital do jornal “O Globo”. Ele é dividido por décadas e, além das fotos, os leitores podem ver as notícias da época selecionada. Cada relato vem com uma fotogaleria relacionada, sempre com imagens antigas e históricas.

Conheça o Rio de Janeiro de antigamente

Páginas no Facebook destacam o Rio de Janeiro

Não são apenas os sites que contam as histórias do Rio. Algumas páginas no Facebook também cumprem essa função. A fanpage “Rio de Janeiro Memória&Fotos” tem como objetivo “preservar a memória através de fotos de pessoas, peças, filmes, paisagens históricas”.

A página “Fotos do Rio de Janeiro antigo” também divulga diariamente fotos e vídeos de diferentes décadas da cidade. É possível viajar no tempo sem sair da tela do Facebook.

Outra conhecida fanpage é “Fotos do Rio Antigo”. Essa vai mais longe e mostra imagens do Rio antes de ele ser habitado e logo no início da colonização, quando os grandes prédios e avenidas estavam longe de ser construídos.

Google quer fazer viagem no tempo

Viajar no tempo deixou de ser ficção científica para o Google. A empresa criou um recurso especial no Google Maps para desktop. Ao explorar as imagens do Street View nos mapas, o usuário pode encontrar algumas opções de fotos de anos anteriores.

As imagens do passado foram selecionadas a partir de 2007. Com a nova função, é possível ver a evolução de obras, como o estádio Castelão da Copa do Mundo, em Fortaleza, ou a reconstrução da cidade de Onagawa, no Japão, depois de ter sofrido um terremoto seguido de tsunami em 2011. Também há imagens de pontos turísticos em diferentes estações do ano.

Para embarcar na “máquina do tempo”, basta clicar no Pegman (o bonequinho no canto inferior direito) e arrastá-lo em algum ponto do mapa. Isso vai ativar a visão do Street View. Depois, é preciso clicar no ícone de relógio no canto superior esquerdo (marcado em vermelho na imagem). Você terá disponível algumas opções de fotos antigas para explorar.

O único problema é que são poucos os locais que já possuem o recurso. A ideia do Google é aumentar esse acervo aos poucos.